Doação

Medula

Por: Bruna Gomes - Atualizado em

Para realizar um transplante de medula óssea é necessário que a compatibilidade entre doador e receptor seja de 100%. Baseando-se no cadastro brasileiro, a probabilidade de encontrar um doador é de 1 em 100 000. Em um primeiro momento, a equipe médica procura um doador na própria família do paciente, caso não encontre alguém, partem para a busca no banco de dados nacional. O processo de cadastramento é simples, a pessoa busca um hemocentro em sua cidade, preenche uma ficha de identificação e faz um simples exame de sangue para o teste de compatibilidade. A partir daí os dados são cadastrados no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME) e caso apareça alguém compatível, a pessoa é chamada para novos testes.

Associação da Medula Óssea (AMEO): Rua Dona Veridiana, 410 cj.32 - Vila Buarque. Tel.: (11)3333-4424. Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO