MEMÓRIA

Diretor Roberto Talma morre aos 65 anos

Nascido em São Paulo, ele construiu sua carreira na Rede Globo, onde dirigiu novelas como Saramandaia 

Por: Veja São Paulo

Roberto Talma
Roberto Talma: diretor comandou inúmeras atrações na Rede Globo (Foto: Divulgação/Rede Globo)

O diretor e produtor Roberto Talma, que dirigiu a icônica novela Saramandaia, morreu nesta quinta-feira (23) aos 65 anos, em decorrência de insuficiência renal crônica e doença arterial coronariana. Talma estava internado desde o dia 2 de março no Hospital Samaritano, em Botafogo, no Rio de Janeiro.

Nascido em São Paulo em 29 de abril de 1949, ele começou a trabalhar aos aos 9 anos, na TV Record Paulista, onde se apresentava com um grupo de sapateado no programa A Grande Gincana Kibon. Depois passou pela TV Rio, mas foi na emissora criada por Roberto Marinho que construiu sua carreira. Ali, começou como operador de videoteipe no núcleo de jornalismo. Na função, teve passagens por Jornal Nacional, Jornal Hoje e Jornal da Globo. Na década de 1970, trocou o jornalismo pelas novelas.

Na teledramaturgia, dirigiu atrações que marcaram época, como Saramandaia (1976), escrita por Dias Gomes. Também cuidaria das novelas Pai Herói (1979), de Janete Clair, e Água Viva (1980), de Gilberto Braga. Na TV Bandeirantes, Talma assinou trabalhos como o programa Rosa e Azul, com Débora Duarte e Antônio Marcos, a novela Campeão (1982), de Jaime Camargo e Marcos Caruso.

Roberto Talma
Talma pilotou programas como Você Decide e Armação Ilimitada (Foto: Divulgação/Rede Globo)

De volta à Globo, dirigiu os programas Armação Ilimitada (1985-1988) e Você Decide (1992-2000). Ao tornar-se diretor de núcleo, em 1995, assumiu a área de programas infantis da Central Globo de Produção, mas também fazia a direção geral de outras atrações, como Domingão do Faustão, Fantástico e Linha Direta.

Repercussão

Personalidades lamentaram a morte do diretor. Xuxa, Preta Gil, Marcelo Médici e Daniela Mercury e Glória Perez publicaram mensagens em suas redes sociais homenageando o amigo. “Sinto muito, do fundo meu coração, perder este querido. Perder Roberto Talma é perder parte da história da Rede Globo”, escreveu a cantora Roberta Miranda. “Meu ‘gordinho’ descanse, a saudade é enorme e será sempre", escreveu Xuxa. “Saudade, Talama. Muita saudade”, postou a autora Glória Perez.

A cantora Preta Gil deixou uma longa mensagem ao diretor. “Vou tentar tentar expressar o que esse homem significou em minha vida: Roberto Talma, amigo dos meus pais, foi um tio presente na minha infância. Levava pra festa, viajava com a gente no final de semana, levava a gente pra os estúdios da Globo pra vê-lo trabalhar né Amora Mautner. Eu era apaixonada por ele. Foi ao meu primeiro show, sentou na primeira fila e me aplaudiu.Devo a você muito do que sou hoje! Te amo pra sempre! Descanse em Paz, meu Guerreiro!.”

Fonte: VEJA.com