Cidade

Dilma "pré-inaugura" Itaquerão em obras e recebe sem-teto

Presidente visitou o estádio, que está inacabado, e prometeu estudar inclusão dos acampados em terreno perto do estádio no Minha Casa, Minha Vida

Por: Silas Colombo - Atualizado em

MTST e Dilma
Dilma durante encontro com lideranças do MTST (Foto: Dilvulgação/Facebook)

Antes de "pré-inaugurar" o palco da abertura da Copa do Mundo, o Itaquerão, a presidente Dilma Rousseff (PT) recebeceu lideranças do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) na tarde desta quinta-feira (8), em São Paulo.

Dilma determinou que uma equipe do Ministério das Cidades atenda uma comissão que representa o grupo nos próximos dias para tratar do acesso ao programa Minha Casa, Minha Vida, uma das principais reinvidicações do movimento.

+ Movimentos populares invadem sedes de construtoras em São Paulo

O encontro durou cerca de 20 minutos e aconteceu no heliponto do pátio dos trens do Metrô, em Itaquera, ao lado da Arena Corinthians.

Maria da Dores Cirqueira, uma das coordenadoras do MTST, afirmou que, na conversa, a presidente prometeu estudar a viabilização de uma área em Itaquera, não necessariamenete onde o grupo está hoje.

"Começamos o diálogo hoje, mas as definições concretas vão ocorrer na semana que vem, em reunião com a prefeitura de São Paulo. 

Ontem, a Justiça Paulista determinou a reintegração de posse do terreno, invadido pelos sem-teto no último sábado (3). A ocupação da área, a quatro quilômetros do Itaquerão, já reúne cerca de 2 000 famílias. Amanhã é o último dia do prazo para que deixem o local.

Na inauguração do estádio, a presidente conheceu as instalações e inaugurou um dos viadutos para acesso a partir da Radial Leste. O palco da abertura do Mundial, no dia 12 de junho, com o jogo entre Brasil e Croácia, tem 99% das obras concluídas. A instalação das arquibancadas provisórias e da cobertura ainda estão sendo feitas.

No próximo sábado (10), o Corinthians realiza um amistoso para 20 000 pessoas com times formados por ídolos do clube.

A presidente não concedeu entrevistas. Acompanhada de autoridades e representantes do Corinthians, Dilma posou para fotos com operários e recebeu das mãos de um deles um capacete dourado, chegando a colocá-lo na cabeça. Depois, ainda cumprimentou um grupo de crianças que estava nas arquibancadas.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO