CIDADE

Digo Menezes, skatista paulistano campeão do mundo, está desaparecido

Primeiro brasileiro a conquistar o Mundial, atleta fez último contato com a família no sábado à noite

Por: Veja São Paulo

Rodrigo Menezes
Através das redes sociais, amigos e familiares buscam informações sobre o paradeiro do skatista (Foto: Reprodução/Facebook)

O skatista Rodrigo Menezes, conhecido como "Digo", de 38 anos, está desaparecido desde sábado (26). O paulistano foi o primeiro brasileiro campeão do mundo no esporte, em 1995. Nas redes sociais, parentes e amigos compartilham fotos do atleta na esperança de conseguir informações e encontrá-lo -- até agora, foram mais de 1 100 compartilhamentos.

+ Quatro hotéis de luxo chegam à cidade: conheça os empreendimentos

+ Padarias-butique se mutiplicam na capital: saiba mais sobre a tendência

O site GloboEsporte.com apurou que Rodrigo saiu de casa por volta das 15h para se encontrar com uma jovem com quem estava saindo. Por volta da meia-noite, voltou para o endereço, mas apenas aproximou o carro da garagem do imóvel na Vila Madalena, em São Paulo. Desde então, não foi mais visto por parentes ou amigos.

Rodrigo Menezes
Imagem publicada por amigo de Digo: esperança de encontrar o skatista com a ajuda das redes sociais (Foto: Reprodução/Facebook)

A família tentou contato via WhatsApp e Facebook, sem sucesso. No domingo, o celular ainda chamava, mas passou a cair na caixa postal desde então. Com os colegas, o skatista ficou em contato até o domingo à noite, quando enviou um vídeo com uma música para uma amiga. 

Rodrigo Menezes
Atleta foi o primeiro brasileiro campeão do mundo e participou do evento Megarrampa, em São Paulo (Foto: Reprodução/Facebook)

Digo nasceu e foi criado na Vila Madalena, bairro da Zona Oeste de São Paulo. Começou a andar de skate aos dez anos e ganhou inúmeros títulos brasileiros de downhill slide e vertical. Conquistou o título mundical da categoria vertical profissional em 1995, em Münster, na Alemanha -- o maior feito de sua carreira. No mesmo ano, foi o oitavo colocado no X Games, realizado em Rhode Island, nos Estados Unidos. Ganhou a medalha de prata na mesma competição na modalidade vertical no mesmo evento, em 2007 e 2008. O skatista também participou de eventos da Megarrampa. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO