Mundo pet

Dez dicas para o seu cão sair bem na foto

Técnicas para você pegar o melhor ângulo do seu animal de estimação

Por: Anna Carolina Oliveira - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

1. Nada de muita decoração, cores e objetos. O destaque da foto é o pet. Escolha fundos neutros para deixar seu modelo em evidência.

2. Quanto mais espontâneo, melhor. Para registrar o animal de estimação, deixe-o em um ambiente confortável e conhecido. Se ele não está acostumado a passear em parques, por exemplo, é mais difícil fazê-lo posar.

3. Se ele é muito agitado ou simplesmente não fica parado para a foto, coloque perto seu brinquedo favorito. Assim, o pet se distrai e não percebe que está no foco da câmera.

4. Esta dica é especificamente para cães. Pegue discretamente uma bolinha ou brinquedo que faz barulho e, sem ele perceber, bem na hora do clique, aperte o objeto. Quando ouve um som, o cachorro costuma levantar as orelhas ou fazer uma carinha de quem está atento. Neste momento, clique.

5. Quer registrar aquele momento em que o bichinho está de barrigão para cima? Brinque e faça bastante carinho na barriga dele. Quando o pet estiver na posição, tire a mão e peça para alguém soltar os flashes.

6. Deixar o cão ou gato em uma pose mais elaborada e rezar para ele não se mexer não vai funcionar. Se você quer que ele fique paradinho, tente dar um petisco como agrado.

7. Dar comandos pode ajudar a mudar as expressões do animal. Se o seu bicho de estimação não foi adestrado, mas interage quando você conversa com ele, faça isso enquanto registra o “bate-papo” com a máquina fotográfica.

8. Roupinhas e adereços dão um toque especial no look, mas cuidado: se o pet não está acostumado a ser “fantasiado”, dificilmente vai ficar parado para a foto. Opte por um item menor, como uma gravatinha ou laços.

9. Se você quer clicar seu companheiro de quatro patas ao ar livre, vá com mais uma pessoa ao lugar escolhido. Dessa forma, um fica com a câmera enquanto o outro toma conta e interage com o bichinho.

10. Para fotos externas, também é recomendável ir a lugares mais calmos e em horários menos agitados. Assim, o pet não se distrai tanto.

Fonte: VEJA SÃO PAULO