Música

Dia Nacional do Samba: onde comemorar

Confira casas temáticas e homenagens na cidade

Por: Redação Veja SP on-line - Atualizado em

Guga Stroeter & Heartbreakers Big Band Jazz
Orquestra Heartbreakers: show para comemorar o Dia Nacional do Samba (Foto: Divulgação)

Hoje (2) é comemorado o Dia Nacional do Samba. Para celebrar a data cheia de suingue, veja abaixo do mapa onde assistir a uma reunião de bambas e lugares dedicados ao ritmo.

  • Bares variados

    Traço de União

    Rua Cláudio Soares, 73, Pinheiros

    Tel: (11) 3031 8065 ou (11) 3816 7693

    1 avaliação

    Com atmosfera de quadra de escola de samba, o lugar vizinho ao Largo da Batata reúne apaixonados pelo som da cuíca, do pandeiro e do tamborim. Cantores e grupos residentes garantem a animação da moçada, que se espalha pelo salão e nas arquibancadas. A cerveja Original é o combustível para as noitadas. Ajudam a saciar a fome salgados como a coxinha de frango. Aos sábados, a diversão começa no início da tarde com a feijoada na cumbuca.

    Saiba mais
  • Samba

    Espaço Santa Clara

    Rua João Ramalho, 1085, Perdizes

    Sem avaliação
  • Bares variados

    Samba

    Rua Fidalga, 308, Pinheiros

    Tel: (11) 3819 4619

    1 avaliação

    A casa respira o gênero musical eternizado por Cartola, Carlos Cachaça e tantos outros bambas. De quarta a sábado à noite, e também na feijoada de sábado à tarde, uma roda de samba toca de partido alto a pagode. Consta no simples cardápio a empada de camarão. Irregular, o chope (Brahma) pode ser substituído pelas long necks Stella Artois e Brahma Malzbier.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Ó do Borogodó

    Rua Horácio Lane, 21, Pinheiros

    Tel: (11) 3814 4087

    VejaSP
    5 avaliações

    Eis um pequeno e festivo boteco de samba, com um quê da Lapa carioca. Em seus quinze anos recém-completos, recebeu (e ainda recebe) um sem-número de apresentações de gente como Juliana Amaral, Anaí Rosa e Inimigos do Batente. Os shows servem de ímã para uma galera sem frescura e também para muitos gringos em busca de interação. Cervejas em garrafa (Eisenbahn e Amstel, R$ 14,00 cada uma), servidas em copo americano, e caipirinhas (R$ 22,00) feitas sem lá muito cuidado cumprem o papel de deixar a coisa toda ainda mais animada.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Resenha por Pedro Ivo Dubra: Para comemorar o Dia Nacional do Samba, foram escalados Nei Lopes, Armando Marçal, Mário Sérgio, Dona Duda Ribeiro, Guga Stroeter e Orquestra Heartbreakers. Essa turma dispara uma penca de canções com a mesma palavrinha mágica no título: O Apito no Samba, Samba da Bênção, Não Deixe o Samba Morrer etc. Acontece dia 02/12/2010.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO