Cidade

Centrais sindicais protestam em frente à Sabesp contra o governo Alckmin

No Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, integrantes da CUT e da CTB alegam negligência do governo estadual na questão do abastecimento de água

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Cerca de trezentas pessoas protestam desde a manhã desta quinta-feira (5) em frente à Sabesp, em Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo. Integrantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) alegam negligência do governo estadual na questão do abastecimento de água e são contra a retirada de água do volume morto do Sistema Cantareira. O tráfego de veículos está bloqueado nas ruas Nicolau Gagliardi e Anna Campos Mellão.

+ Greve: acompanhe a cobertura minuto a minuto

Manifestação - CUT e CTB - 5 de junho de 2014
Em Pinheiros: aglomeração de manifestantes em frente à Sabesp (Foto: Sophia Braun)

O grupo inclui ainda representantes do MTST, da Marcha das Mulheres, da Associação Olho d'Água e do Levante Popular da Juventude. De acordo com Vagner Freitas, presidente da CUT nacional, a manifestação vai além do problema da água e visa criticar o governo tucano: "Vai ter Copa, mas não vai ter copo porque o Alckmin roubou a água".

+ MTST promete novos protestos até abertura da Copa do Mundo

Mais cedo, os manifestantes caminharam pela Rua Sumidouro, Marginal Pinheiros e Avenida Professor Hermann Júnior até a Rua Nicolau Gagliardi, onde fica a portaria principal da Sabesp.

Fonte: VEJA SÃO PAULO