Comportamento

Pais depois dos 40: Luis Augusto Carvalho Rogano

Para participar do dia a dia dos filhos, o neurocirurgião faz aula de piano, natação e até já se aventurou no judô

Por: Mauricio Xavier e Raquel Grisotto

Capa 2282 - Pais depois dos 40 - Luis Augusto Carvalho Rogano
Rogano: “antes, assistia às apresentações de balé ou natação e achava que estava bom” (Foto: Fernando Moraes)

Na próxima semana, o neurocirurgião Luis Augusto Carvalho Rogano, de 51 anos, terá sua primeira aula de piano. Decidiu aprender a tocar para acompanhar a filha Victoria (7). “Será uma maneira de ficarmos mais tempo juntos fazendo algo de que ela gosta”, diz. Tentar participar da rotina dos filhos tornou-se seu lema nos últimos anos. “As crianças crescem rápido, é fácil perder algo importante.”

+ Como é a vida dos pais que voltaram a encarar a paternidades depois dos 40

Além de Victoria e Salvatore (1 ano), frutos do atual casamento, Rogano tem dois filhos de uma relação anterior, Bruna (17) e Henry (16). “Antes, assistia às apresentações de balé ou natação e achava que estava bom”, confessa ele. Conciliar agenda com anseios paternos não foi simples. “Parei de dar aulas e de marcar cirurgias nos fins de semana”, afirma.

Hoje tem compromissos em casa — brincar com Salvatore todas as manhãs, treinar piano e jogar xadrez com Victoria às terças e passear de bicicleta aos sábados — e com atividades físicas — faz natação e caminhada. “Só desisti do judô porque tentei acompanhar Victoria em uma das aulas e torci o tornozelo.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO