Noite

Bares e baladas para curtir o Dia do Solteiro

De quarta a sexta, celebre a liberdade em oito endereços

Por: Anna Carolina Oliveira - Atualizado em

Dia do Solteiro
Com os amigos ou sozinho: programas para quem gosta da liberdade (Foto: Thinkstock)

Se em 12 de junho os pombinhos saem pela cidade para encontros românticos e trocas de presentes, 15 de agosto é a vez de quem está aberto à paquera e quer comemorar o Dia do Solteiro.

Bares e baladas fazem programação especial para o público. No Charles Edward, a Festa do Cupido agita com o pop rock internacional da Banda Cowbell, serviço de correio elegante e um drinque de Amarula ou Ballantine'se para receber os clientes.

Aqueles que não conseguirem se divertir nesta quarta (15), têm alternativas na quinta (16) e sexta (17). Um exemplo é a Festa do Solteiro, promovida pelo Diquinta. Salsa, merengue e outros ritmos caribenhos prometem levar o pessoal para a pista de dança.

Abaixo, oito endereços para os solteiros:

  • Bares variados

    Blá Bar e Restaurante

    Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 5003, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3052 2448

    6 avaliações

    A diversão começa na happy hour, movida a drinques como a caipi brigadeiro, mistura de vodca, chope (Itaipava) e suco de limão-siciliano. Com o avançar das horas, o lugar ganha clima de baladinha, com som de DJ e, dependendo do dia, shows de pop rock e MPB. Dos petiscos, peça os canapés de mini-hambúrguer, nas versões filé-mignon, frango e salmão.

    Saiba mais
  • Bar-balada

    Charles Edward

    Rua Miriti, s/n, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3078 5022 ou (11) 3079 2804

    VejaSP
    4 avaliações

    Enquanto cinquentões com a vida resolvida esvaziam garrafas de uísque, mulheres bem- -vestidas dançam como se não houvesse amanhã. Nesta casa do Itaim é assim há vinte anos, e quem não está acompanhado costuma aparecer por ali a fm de encontrar alguém para chamar de seu. A música ao vivo, geralmente fashback e pop rock, é só um pretexto. Além de destilados, raramente os pedidos incluem algo que não seja chope (Brahma, R$ 10,40) ou cerveja long neck (Budweiser, R$ 11,00). Quem consegue uma das poucas mesas também aproveita para petiscar. A bruschetta pode conter, além de tomate, queijo camembert ou mussarela de búfala (R$ 21,40).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bar-balada

    The Sailor

    Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2776 , Jardim Paulistano

    Tel: (11) 3044 4032 ou (11) 3811 9793

    VejaSP
    32 avaliações

    Do predinho de três andares, o piso térreo é o mais concorrido. Ali, em um palco emoldurado por cortina vermelha, bandas de pop rock botam todo mundo para dançar (e paquerar). O mezanino, de onde também dá para assistir aos shows, funciona como área vip. O último andar é dotado de um terraço com vista para os prediões da Avenida Faria Lima. Seja qual for o ambiente, a caneca de chope Brahma (R$ 13,00) é a pedida principal. Também saem alguns drinques e bons hambúrgueres como o captain (R$ 38,50) — um disco de 180 gramas de carne com queijo gruyère, radicchio e cebola no pão preto.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Devassa - Jardim Paulista

    Rua Bela Cintra, 1579, Consolação

    Tel: (11) 3081 6081

    2 avaliações

    De origem carioca, tem três unidades paulistanas nas quais é servida a linha de cinco chopes de fabricação própria, batizados com apelidos femininos. São eles a loira (claro), a negra (escuro), a ruiva (avermelhado), a sarará (de trigo) e, a melhor, a encorpada índia (pale ale).

    Saiba mais
  • Resenha por Flora Monteiro: Na quinta (16/08/2012), faz 35 anos que o ídolo morreu. Para homenageá-lo, o cantor Elvinho reproduz fielmente timbres, trejeitos e figurinos do astro em um show. A banda Frank Elvis e Los Sinatras, expert em misturar new wave, soul e hits dos anos 60 e 70, completa o clima rock’n’roll da noite.
    Saiba mais
  • Com a proximidade do Dia dos Namorados, nesta sexta (12), a Wood's se antecipa e organiza a Festa dos Solteiros na quarta (10). Quem comanda é Thiago Brava que se apresenta no palco da casa. Dia 10/06/2015.
    Saiba mais
  • Resenha por Flora Monteiro: O DJ canadense experiente em electro house está há três décadas nos toca-discos. É dele o famoso álbum Acquaholic (2006), que ainda faz a galera suar nas pistas mundo afora. Para esquentar mais a noite no Clash Club, o francês Olivier Giacomotto também assume os pickups. Dia 17/08/2012.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO