Dia das mães

Opções de cesta de café da manhã para sua mãe por menos de R$ 200,00

Se quiser fugir das roupas e passeios, você pode presentear sua mãe com uma cesta de café da manhã; confira quatro opções

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Cesta Dia das Maes
Cesta míni de piquenique: R$ 109,00 na Villa Grano (Foto: Divulgação)

Acordar sua mãe com uma cesta de café da manhã é uma boa surpresa para este domingo (8). Pães, frios, frutas e outros mimos podem ser encontrados em cestas montadas por padarias e empórios da cidade. As quatro opções variam de R$ 109,00 a R$ 187,00 e incluem até garrafinha de espumante.

+ Cinco presentes para mulheres vaidosas

Confira abaixo a seleção: 

 

Pain et Chocolat: Preparou uma cesta para a mãe que não abre mão de doces franceses. A opção de R$ 115,00 tem pain et chocolat, croissants, bisnaguinhas, saquinho de cookies e geleia, entre outros itens. O conjunto deve ser encomendado com até um dia de antecedência e retirado na loja.

Lilóri Pães e Doces: A padaria, que serve apenas alimentos sem glúten e sem produtos lácteos, tem uma cesta com seus campeões de venda. Por R$ 110,00, reúne pães fatiados, patês de queijo de castanha e de linhaça e três mineirinhos (a versão da casa para o pão de queijo). Também fazem parte do pacote uma fatia de bolo simples, suco de uva e água de coco. O cliente deve buscar a cesta na loja e ele mesmo pode montar a dele. 

Villa Grano: somente a unidade da Vila Clementino  cesta míni de piquenique.  A opção custa R$ 109,00 e tem croissant, palha italiana, torradas, pães, petit fours e até uma tábua de frios, tudo em tamanho miniatura dentro de uma cesta de vime. É preciso encomendá-la com pelo menos um dia de antecedência. 

Empório Santa Maria: Disponível somente no site da loja, a cesta que custa R$ 187,00 vem com dezessete itens para montar um belo café da manhã, incluindo uma pequena garrafa de espumante. Há ainda sucos, minipães, frios e outros acompanhamentos. Quem preferir comprar direto no endereço, vai encontrar opções a partir de R$ 270,00.

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO