especial

Os destaques da Mostra Fomento ao Teatro

Hygiene, do Grupo XIX de Teatro, é um dos espetáculos imperdíveis - e grátis - do evento

Por: Livia Deodato - Atualizado em

Hygiene, com Grupo XIX de Teatro
Hygiene, com Grupo XIX de Teatro, que está na Mostra Fomento ao Teatro (Foto: Divulgação)

A Mostra Fomento ao Teatro, que comemora dez anos nesta edição e vai até sábado (24/11), reúne mais de cem espetáculos de 95 grupos, em quarenta espaços diferentes da cidade. E o melhor: tudo é de graça. Destacamos abaixo algumas das atrações:

21/11, quarta – Tudo está organizado para que nada aconteça, com a Cia. Humbalada

Galpão do Folias, às 18h, 50 minutos, Livre

Três coveiros estão na busca por corpos na rua. Eles precisam dos pedaços para compor uma sobrevida. Por meio da pesquisa do bufão e do corpo cômico, a Cia. Humbalada apresenta seu experimento cênico criado a partir dos estudos das principais avenidas do Grajaú.

21/11, quarta – Clow Show, com Metamorfaces Teatro de Mímica e Bonecos

Espaço Redimunho, às 20h, 75 minutos, Livre

Clow Show é um espetáculo que mescla técnicas de mímica e marionetes. O personagem principal da história conta para o público, através da mímica, sua vida nos picadeiros, acompanhado da sua inseparável mala, cheia de surpresas e brincadeiras.

22/11, quinta – A Menina que Foi Arquivada, com Núcleo Cênico Projeto BaZar

Praça da República, às 16h, 50 minutos, Livre

A partir de uma pesquisa desenvolvida no Arquivo Miroel Silveira, da USP, que contém processos de censura ao teatro paulista, a peça narra a história de uma menina fruto de um aborto mal sucedido. Durante sua trajetória, ela vai encontrar personagens históricos e censurados de Nelson Rodrigues, Guarnieri e Chico de Assis, que a levam a ficar entre a cruz e a bandeira, entre a educação moral cristã e as ideias revolucionárias.

22/11, sexta – Apresentação e cortejo de folguedos e cantorias, com Ventoforte

Teatro Ventoforte, às 16h, Livre, 90 minutos

Uma festa colorida e dançante onde o grupo reproduz a guerra, a escravatura, o abate do boi, a guerra entre louros e mouros, que representa o próprio homem dividido no mundo e dentro de si. Músicos do Ventoforte, artistas do Cupuaçú (grupo de danças populares), Ilo e atores ensinam, ao mesmo tempo, passos do bumba-meu-boi, a fazer estandartes coloridos e até cavalos alegóricos. Depois de tudo pronto, saem pelo espaço do Ventoforte, e até pelas ruas, em cortejo dançante. É a celebração da cultura popular, da cultura que está nas ruas, nos parques, nos presídios e no campo.

23/11, sexta – Ver [ ] Ter, com Cia. Les Commediens Tropicales

Oficina Oswald de Andrade, às 13h, 60 minutos, Livre

Seis atores e dois músicos se embrenham no espaço para comungar novos olhares com os espectadores, com o objetivo de criar novos sentidos a partir de velhas histórias e imagens.

23/11, sexta – Aqui Não, Senhor Patrão, com Núcleo Pavanelli de Teatro de Rua e Circo

Praça da República, às 16h

Um casal de trabalhadores passa pelo processo da fabricação de uma bota desde a criação do gado, preparação do couro, até o feitio e venda do produto final. Nessa jornada vão percebendo a desvalorização da força de trabalho em detrimento aos lucros astronômicos obtidos pelos donos dos meios de produção.

23/11, sexta – I Maratona de Contação de Histórias, com As Meninas do Conto

Casa da História, às 18h, 180 minutos, Livre

A I Maratona de Contos será um evento de longa duração, possibilitando ao público apreciar diferentes estilos e formas de narração de histórias. Todos os espaços da Casa da História serão utilizados para as narrações, que acontecerão de forma alternada para troca de público e narradores.

Arte Simples ContaTchekhov
O Grupo Arte Simples de Teatro (Foto: Divulgação)

24/11, sábado - Nas Rodas do Coração, com Cia. As Graças

Parque da Luz, às 15h

Nas Rodas do Coração é uma comédia musical sobre uma companhia de teatro mambembe que apresenta seu repertório pelas ruas de São Paulo. Enquanto a peça está sendo encenada, as atrizes descobrem as falcatruas da dona da companhia e tentam, nos bastidores, desmascarar os golpes da vilã. O espetáculo é inspirado nos sambas de Adoniran Barbosa, sendo encenado em cima de um ônibus teatro itinerante.

24/11, sábado - O Boi e o Burro, com Cia Paideia de Teatro

Espaço Paideia, às 17h, Livre

Numa noite fria de inverno, num estábulo em Belém, um boi retorna alegre ao seu estábulo para comer o seu jantar, quando descobre um corpo estranho em sua manjedoura. A história do Natao sob a ótica de um boi e de um burro.

24/11, sábado - Hygiene, com Grupo XIX de Teatro

Espaço XIX de Teatro, às 17h, 14 anos, 80 minutos

Encenada à luz do dia, originalmente, nos prédios históricos da Vila Operária Maria Zélia (construção de 1917 que, por si só, vale a visita), a peça de 2005 é baseada em uma pesquisa sobre o processo de higienização urbana no Brasil do fim do século XIX, onde um grande contingente de culturas e ideias dividem o mesmo teto – o cortiço.

24/11, sábado - Arte Simples Conta Tchékhov, com Grupo Arte Simples

Espaço XIX de Teatro, às 20h, 90 minutos, Livre

O dramaturgoTchékhov está no céu e descobre que um grupo de teatro está ensaiando uma de suas peças. Curioso, Tchékhov quer descer a Terra para ajudá-lo. Procura o CCB (Consulado Celestial Brasileiro) e é atendido pelo Anjo Marcelo. Mas o que o russo não imaginava é que fosse parar no interior do Maranhão.

24/11, sábado - Recusa, com Cia. Balagan

SP Escola de Teatro, às 21h30, 80 minutos, Livre

O espetáculo é narrado e cantado por dois olhares e seus múltiplos: dois índios Piripkura; dois heróis ameríndios, Pud e Pudleré, criadores dos seres; um padre que foi engolido por uma onça que resolveu morar dentro de um lugar inesperado; um fazendeiro que matou um índio e o mesmo índio que o matou; uma cantora que se perde na mata; Macunaíma e seu irmão; os heróis dos Taurepang, e outros tantos.

23/11, sexta – Baile Popular

Praça Dom José Gaspar, Livre, das 18h às 22h

A Mostra oferece um baile popular com o Cidade Apolínea, coro cênico de rua e show de Eric D’Ávila e banda, cantando sambas de gafieira. Haverá também a participação do grupo teatral Parlendas e Cia Lya Tunde.

+ A programação completa está aqui.

+ Deixe sua opinião sobre este evento

+ Mais notícias sobre teatro

Fonte: VEJA SÃO PAULO