Teatro

Danilo de Moura segue firme na missão de engordar

Ator ganhou 25 quilos em um mês e meio para substituir Tiago Abravanel no musical “Vale Tudo”

Por: Dirceu Alves Jr. - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Nos últimos 45 dias, o ator e cantor paulistano Danilo de Moura, 1,75 metro, saltou de 80 para 105 quilos, trocou as calças de número 48 por outras de tamanho 54 e comeu como nunca. Sempre com prazer e zero de culpa. A razão da dieta de engorda, feita por conta própria, é nobre apenas em nome da arte. Pouco conhecido no meio teatral, o rapaz de 29 anos ganhou a chance de mudar os rumos de sua carreira de uma década. Paula Kossatz
Tiago Abravanel 2275
Tiago Abravanel: pausa para gravar novela (Foto: Paula Kossatz)
Tiago Abravanel: pausa para gravar novela A partir de quinta (28), ele tem a difícil tarefa de substituir o ator Tiago Abravanel como o protagonista do musical "Tim Maia — Vale Tudo, o Musical", em cartaz no Teatro Procópio Ferreira. O neto de Silvio Santos, com seus 115 quilos, deixou o papel que o tornou famoso para gravar as primeiras cenas da novela “Salve, Jorge” na Turquia e deve voltar para o Brasil na segunda semana de agosto. Depois disso, a produção promete um revezamento entre a dupla de acordo com a agenda de Abravanel na Rede Globo. + Tiago Abravanel fala sobre a experiência de interpretar Tim Maia + Vídeo: confira um trecho de "Tim Maia - Vale Tudo, o Musical" Desde que recebeu o convite do produtor Sandro Chaim, Danilo praticamente fez do McDonald’s vizinho ao seu apartamento, na Alameda Santos, a segunda casa. Consumia diariamente pelo menos cinco combinados de lanches, muita batata frita mais o café da lanchonete. Ainda devorava pratos de lasanha, pizza, escondidinho, filé à parmigiana e no mínimo 2 litros de refrigerante por dia. Como sobremesa, oito bombons. Enfim, uma gula de causar inveja ao próprio Tim Maia. “Eu faço qualquer coisa que seja exigida pelo meu trabalho. Se for preciso, até branco eu fico”, brinca o ator, que já participou de cinco musicais, entre eles “Hairspray” e “Aída”, para o qual investiu no processo inverso e perdeu 25 quilos em três meses, sem consultar nenhum médico. Eduardo Pimenta
Danilo de Moura 2275
Antes: há um ano, o ator pesava menos de 80 quilos (Foto: Eduardo Pimenta)
Antes: há um ano, o ator pesava menos de 80 quilos Agora, apenas às vésperas da estreia, ele buscou a orientação de uma nutricionista. Com uma dieta que prevê o consumo diário de 4.000 calorias (o dobro do recomendado para uma pessoa com o seu perfil, se a intenção fosse manter a forma), ele poderá ganhar peso enquanto durar a temporada, prevista para ir no mínimo até o fim do ano. “Queria ainda aumentar uns 10 quilos”, diz ele, que se submeterá a exames para medir colesterol, pressão e glicose. O endocrinologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) Alfredo Halpern recomenda cautela, mas não enxerga outro método nesses casos. “Para ganhar peso em tão pouco tempo, só mesmo comendo muito”, diz Halpern. “É preciso, no entanto, ficar alerta para o organismo não se acostumar a ponto de dificultar o emagrecimento.” Outros artistas já passaram por desafios semelhantes (veja a galeria). A atriz e bailarina Simone Gutierrez, que protagonizou o musical “Hairspray” entre 2009 e 2010, passou a vida brigando com a balança. Diante da personagem dos sonhos, a gordinha Tracy Turnblad, não hesitou em engordar 22 quilos. “Foi só eu desregrar a alimentação sem cometer nenhum absurdo”, conta. Com o término da peça, Simone trocou o macarrão e o pão francês por alimentos integrais, cortou de vez o refrigerante e come religiosamente cinco vezes por dia. Ela pode ser vista na novela “Cheias de Charme” com 58 quilos. “Fui chamada para fazer uma garota preocupada com a estética, e o ator vive de emprestar o corpo ao personagem”, completa a atriz. UMA DIETA DA PESADAO cardápio recomendado pela nutricionista Barbara Rescalli Sanches prevê o consumo médio de 4.000 calorias por dia ■ Café da manhã, 10h Uma tigela de açaí (300 mililitros) e dois salgados assados, preferencialmente com massa integral. ■ Almoço, 13h Três escumadeiras de arroz, duas conchas grandes de feijão-carioca, dois filés grandes de frango, um pedaço de torta de palmito e um pires de verduras e legumes variados, temperados com pelo menos três colheres de azeite. ■ Lanche 1, 16h Uma porção de fruta, um quarto de pote de creme de leite com uma colher de sopa de açúcar e uma colher de sopa de linhaça triturada. ■ Lanche 2, 19h Meia xícara de chá de mix de oleaginosas. ■ Lanche 3, 22h Igual ao lanche 1 ■ Jantar, 1h O mesmo cardápio do almoço, que pode ser substituído por variações recomendadas.

Fonte: VEJA SÃO PAULO