Terraço Paulistano

'A Dança do Romarinho' impulsiona carreira de dupla

Sertanejo Maraí homenageou atleta do Corinthians e marcou gol na própria conta bancária

Por: Ricky Hiraoka

Maraí e Romarinho
Maraí (de preto) e Romarinho: colher de chá para dupla sertaneja (Foto: Reprodução Facebook)

“O pé direito vai para frente / O esquerdo foi para o lado / Dá uma chaleirinha, pá! / É gol.”

Com A Dança do Romarinho, essa fina poesia transmutada em música sertaneja, o cantor Maraí, que faz dupla com o irmão Ely Marco, homenageou o jogador do Corinthians e marcou um gol na própria conta bancária. O cachê pedido por show passou de 4 mil para 25 mil reais depois que o muso inspirador posou, há um mês, para fotos de divulgação, prontamente estampadas no ônibus oficial.

Na sexta-feira (12), o atacante deu mais uma colher de chá: viajou até Assis, a 448 quilômetros da capital, onde moram os cantores, para prestigiar uma apresentação. Acabou vaiado por fãs ao não subir ao palco, como anunciado, e ficar recluso em um camarote cheio de bebidas. “Foi timidez”, esclarece Bruno, irmão do corintiano, que o acompanhava. O sertanejo ameniza: “Estou muito feliz, e pegando mais mulher porque me confundem com o craque”.

 

+ O gêmeo do Face curtiu isso

+ Marcus Caruso: 'Terei de começar a servir suco de laranja'

+ Alvaro Garnero para deputado

+ O clube das pensionistas

Fonte: VEJA SÃO PAULO