Restaurantes

Da Terrinha serve pratos de bacalhau a preços atraentes

Ao estilo das tascas de Portugal, novo endereço apresenta ambiente e cardápio despojados

Por: Arnaldo Lorençato

Da Terrinha - RESTAURANTES - 2263
Da Terrinha: Pescado ao forno (Foto: Mario Rodrigues)

A vizinhança não prima pela beleza — o português Da Terrinha fica ao lado de um posto de combustíveis. Mas a proposta é interessante. Antes de abrir o negócio, em janeiro, o restaurateur Norberto Moutinho, nascido na cidade do Porto, trabalhou no A bela Sintra e no Bacalhoeiro e teve uma participação societária na Tasca da Esquina. Em vez de seguir o estilo requintado desses endereços, ele optou por montar um lugar despojado tanto no ambiente quanto no cardápio. A inspiração vem das tascas, um tipo de restaurante que, de tão simples, pode ser comparado ao botequim.

+ Brasil a Gosto lança menu de pratos portugueses

+ Páscoa: guloseimas diferentes para não cair na mesmice

+ Com matriz em Lisboa, Tasca da Esquina ganha filial em São Paulo

No pequeno salão, as sugestões de bacalhau surpreendem pela relação qualidade-preço. Feitas com o nobre “Gadus morrhua”, há cinco caprichadas receitas clássicas — a mais cara delas custa R$ 42,00. É a versão à gomes de sá, que combina lascas do pescado, cebola e batata passadas na frigideira. A deliciosa à brás (R$ 37,00) reúne batata palha crocante, azeitona e ovo ao peixe desfiado. Gratinada, a pedida com o nome da casa leva creme de leite, azeite extravirgem e sai por R$ 38,00. A melhor de todas chama-se, simplesmente, ao forno. São duas postas altas assadas na companhia de batata, cebola e azeitona preta suficientes para dois paladares. Sai por R$ 85,00. Antes, prove os bolinhos de bacalhau ou os croquetes de carne (R$ 9,00 cada porção, com quatro unidades). O cardápio ainda lista quatro opções de bife à moda lusa e três hambúrgueres.

+ Confira o cardápio completo do Da Terrinha no Blog do Lorençato

De sobremesa, vai bem o toucinho do céu (R$ 13,00) ou o creme queimado (R$ 12,00), nome dado ao creme brûlé em Portugal. A limitada carta de vinhos inclui o português branco Casa Santa Eulália Superior Alvarinho 2010 (R$ 60,00). Para celebrar a Páscoa, entre quinta (5) e o dia 19, oferece uma degustação de quatro versões do peixe por R$ 75,00.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO