Gastronomia

D.O.M. é eleito sétimo melhor restaurante do mundo

Lista da revista britânica "Restaurant" manteve o dinamarquês Noma na primeira colocação

Por: Redação VEJA SÃO PAULO on-line - Atualizado em

Alex Atala - D.O.M.
Alex Atala: chef do sétimo melhor restaurante do mundo, segundo a 'Restaurant' (Foto: Ligia Skowronski)

D.O.M., do chef Alex Atala, continua a subir na lista de melhores restaurantes do mundo, segundo a revista britânica “Restaurant”. Na premiação deste ano, a casa alcançou a sétima colocação. Em 2010, ficou em 18º.

A primeira vez que o restaurante apareceu na lista dos melhores foi em 2006, quando ocupou a 50ª colocação. No ano seguinte, subiu para 38º. Em 2008, caiu para 40º e chegou à 24ª posição em 2009.

Outros dois brasileiros aparecem na lista: o Fasano, do restaurateur Rogério Fasano, na 59ª posição, e o Maní, de Helena Rizzo e Daniel Redondo, em 74º.

A primeira colocação no “World's 50 Best Restaurants” ficou pelo segundo ano consecutivo com o dinamarquês Noma, do chef René Redzepi. O El Bulli, de Ferran Adrià, que em 2010 já havia perdido o posto mais alto, neste ano ficou de fora, já que fecha suas portas em julho.

+ Uma visita ao melhor restaurante do mundo, o Noma

Veja a lista dos dez primeiros colocados:

1 - Noma (Dinamarca)

2 - El Celler de Can Roca (Espanha)

3 - Mugaritz (Espanha)

4 - Osteria Francescana (Itália)

5 - The Fat Duck (Reino Unido)

6 - Alinea (Estados Unidos)

7 - D.O.M. (Brasil)

8 - Arzak (Espanha)

9 - Le Chateaubriand (França)

10 - Per Se (Estados Unidos)

Fonte: VEJA SÃO PAULO