Páscoa

Aprenda a fazer ovos de chocolate na melhor escola da cidade

Marca franco-suíça Barry Callebaut abre cursos sofisticados

Por: Helena Galante

Professor Sergio Shidomi na Chocolate Academy
O professor Sergio Shidomi na Chocolate Academy: técnicas para iniciantes e profissionais (Foto: Mario Rodrigues)

As escolas da cidade que ensinam o bê-á-bá para fazer um ovo de chocolate cobram a partir de 25 reais por três horas de aula. Uma nova empresa nesse mercado quer se firmar como uma espécie de faculdade do cacau. Trata-se da Chocolate Academy, inaugurada em junho do ano passado no bairro da Bela Vista pela Barry Callebaut.

+ Páscoa 2014: ovos de colher, promoções e mais

A marca franco-belga com sede na Suíça é um giganteno ramo: tem mais de cinquenta fábricas espalhadas por trinta países. Esta será a primeira Páscoa em que ela oferecerá seus cursos especiais por aqui. Por um dia de aula, os aprendizes podem desembolsa rde 90 a 280 reais. A diferença de preço diante da concorrência ocorre pela estrutura montada.

+ Marca suíça Lindt abre loja própria de chocolates no Shopping Iguatemi

A cozinha ocupa a maior parte dos 473 metros quadrados da sede, que dispõe também de um auditório para palestras técnicas e tem a temperatura controlada para preservar a integridade do delicado chocolate. Durante uma aula típica, à boca do fogão, as alunas trocam segredinhos para não queimar o caramelo e deixa ros bombons sempre brilhantes. Todas vestem dólmãs brancos e acompanham a transformação dos ingredientes na panela por meio de um espelho estrategicamente instalado no teto.

Bertrand Busquet
À frente da escola: o diretor francês Bertrand Busquet: (Foto: Mario Rodrigues)

“Escolhemos São Paulo pelo potencial de consumo da cidade e pelo tamanho do mercado formado por um grande número de confeiteiros aprendizes que trabalham em casa”, conta o diretor Bertrand Busquet, chef chocolatier francês radicado aqui há quatro anos. A matéria-prima utilizada chega a percorrer 9 500 quilômetros desde a plantação das amêndoas de cacau, em lugares tão distantes quanto a Costa do Marfim, até o seu beneficiamento na matriz da Callebaut, na Bélgica, e depois o transporte de navio para o Brasil.

A Chocolate Academy investe em especialistas qualificados para ministrar os cursos. “Sempre foi muito difícil encontrar chefs estrangeiros dispostos a vir para cá. Os profissionais brasileiros tinham de viajar para fora para se aperfeiçoar”, explica a experiente confeiteira Amanda Lopes, à frente da Jelly Bread, com lojas no Jardim Europa, no Shopping Pátio Paulista e no MorumbiShopping. Ela, que deu aula por lá, também se inscreveu como aluna para módulos especiais, entre os quais o do espanhol Josep Maria Ribé, eleito o melhor chocolatier do seu país em 2005.

Para quem não é profissional mas gostaria de se arriscar na confecção de guloseimas de Páscoa, há 32 vagas abertas para o curso de ovos de colher em tamanho míni com a professora Solange Piagge no próximo dia 14, das 14 às 17horas (a inscrição custa 90 reais).

OUTRAS ESCOLAS DE CULINÁRIA COM CURSOS DE PÁSCOA

- Chocolândia Lapa:  ovos de colher.

  • Professora: Marcely Garrote.
  • Quando? Sábado (19/4), das 9h às 12h.
  • Preço: R$ 25,00.
  • Vagas: 60.

- Escola Wilma Kövesi de Cozinha: cardápio completo de Páscoa, com entrada, prato e sobremesa de cookies de chocolate.

  • Professor: Toninho Mariutti.
  • Quando? Quinta (10/4), das 19h às 22h.
  • Preço: R$ 230,00
  • Vagas: 20.

- La Confeitaria: festival de ovos.

  • Professora: Luzinete Veiga.
  • Quando? Terça (15/4), das 14h às 17h.
  • Preço: R$ 80,00.
  • Vagas: 10.

- Madame Aubergine: naked cakes de Páscoa.

  • Professora: Angelica Spinola.
  • Quando? Terça (8/4), das 20h às 22h30.
  • Preço: R$ 75,00
  • Vagas: 12.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO