Cinema

Treze curiosidades sobre o Oscar

A 85ª cerimônia de entrega do prêmio da Academia acontece no domingo (24)

Por: Bruno Machado - Atualizado em

Argo
Cena de 'Argo': a fita dirigida e protagonizada por Ben Affleck é uma das favoritas ao prêmio de melhor filme (Foto: Divulgação)

Em 2013, a cerimônia do Oscar completa 85 anos sem fugir da tradição de premiar os escolhidos pela Academia como os melhores do cinema. A festa, este ano, ocorre no domingo (24), no Dolby Theater, antigo Kodak Theater.

+ Confira a lista completa de indicados ao Oscar

+ Tudo sobre o Oscar 2013

Enquanto isso não acontece e você faz suas apostas, que tal conferir algumas curiosidades sobre o prêmio, considerado um dos mais importantes do cinema mundial?

Daniel Day-Lewis - Lincoln
Daniel Day-Lewis em 'Lincoln': atuação impressionante (Foto: Divulgação)

1. Daniel Day-Lewis pode colocar seu terceiro Oscar na prateleira no domingo (os dois primeiros foram por Meu Pé Esquerdo e Sangue Negro) por sua atuação como o ex-presidente norte-americano em Lincoln.  Contudo, ele não é o primeiro ator a ser indicado à láurea pelo papel: em 1941, Raymond Massey também concorreu ao prêmio devido à sua atuação em Abe Lincoln in Illinois (1940).

Sandra Bullock
Sandra Bullock: prêmios de melhor e pior atriz num mesmo ano (Foto: Reprodução)

2. Em 2010, Sandra Bullock conquistou uma rara proeza.  Conseguiu vencer o Oscar por sua atuação em Um Sonho Possível (2009) e na véspera da premiação, ganhou a Framboesa de Ouro de pior atuação por Maluca Paixão (2009).

Hattie MacDaniel
Hattie McDaniel e sua estatueta por '...E o Vento Levou' (1939): pioneira (Foto: Reprodução)

3. Nem Halle Berry nem Viola Davis. A primeira mulher negra a levar a estatueta para casa foi Hattie McDaniel, a Mami de ...E o Vento Levou.  Devido ao preconceito que imperava na época, durante toda a cerimônia, a atriz permaneceu uma sala reservada. A história, no entanto, lhe fez justiça. Ela que também foi a primeira negra a cantar no rádio nos Estados Unidos, tem duas estrelas na Calçada da Fama e chegou a ilustrar selos postais.

Tom Hanks - Philadelphia
Tom Hanks em 'Philadelphia' (1993): atuação premiada e discurso revelador (Foto: Reprodução)

4. Em 1993, Tom Hanks venceu o Oscar por sua atuação em Philadelphia, em que interpretou um advogado soropositivo. Durante o discurso de vitória, o ator agradeceu a um antigo professor, que segundo ele, foi sua principal inspiração para compor o personagem.  Naquele momento, Hanks tirava o ex-professor do armário em rede nacional. Quatro anos depois, a gafe inspirou o roteiro de Será que Ele É (1997) com Kevin Kline. 

Silver Linings Playbook - elenco
O elenco de 'O Lado Bom da Vida': (da esq. para dir.) Bradley Cooper, Robert DeNiro, Jacki Weaver e Bradley Cooper (Foto: Reprodução)

5. Neste ano, O Lado Bom da Vida conseguiu um feito raro: foi indicado nas quatro categorias de atuação: Melhor Ator (Bradley Cooper), Melhor Atriz (Jennifer Lawrence), Melhor Ator Coadjuvante (Robert DeNiro) e Melhor Atriz Coadjuvante (Jacki Weaver).  Antes, somente Reds (1981), de Warren Beatty havia conseguido isso.

Alfred Hitchcock e Stanley Kubrick
Hitchcock e Kubrick: grandes cineastas injustiçados no Oscar (Foto: Reprodução)

6. Dois nomes maiores do cinema nunca ganharam um Oscar de Melhor Diretor. Apesar de terem feito filmes premiados e muito populares, Alfred Hitchcock e Stanley Kubrick nunca levaram a estatueta apesar das várias indicações.

Quvenzhané Wallis e Emmanuelle Riva
Quvenzhané Wallis e Emmanuelle Riva: a mais velha e a mais jovem indicada ao Oscar (Foto: Divulgação)

7. A 85ª cerimônia do Oscar conta também com a mais nova e a mais velha atriz a concorrer à estatueta de Melhor Atriz. Quvenzhané Wallis, de 9 anos, concorre por Indomável Sonhadora, enquanto Emanuelle Riva, aos 85, está na disputa por sua interpretação em  Amor.

Orfeu Negro
Cena de 'Orfeu Negro' (1959): produção ítalo-franco-brasileira (Foto: Reprodução)

8. O Brasil só venceu um Oscar em 1959 por Orfeu Negro. O prêmio, contudo, foi creditado à França, país de origem do diretor Marcel Camus que dirigiu a produção ítalo-franco-brasileira.

Bernard Hermann
O compositor Bernard Hermann: responsável pela música de 'Cidadão Kane' (1941), 'Taxi Driver' (1976), entre outros clássicos (Foto: Reprodução)

9. Em 1977, Bernard Hermann, um dos mais importantes compositores do cinema, concorreu por melhor trilha sonora com dois títulos: Taxi Driver e Trágica Obsessão. O prêmio, no entanto, foi para Jerry Goldsmith e sua música para A Profecia.

10. Em março de 2000, a poucos dias da cerimônia de entrega do Oscar, 55 estatuetas desapareceram de um depósito em Miami. Poucos dias depois, elas foram encontradas por um lixeiro que recebeu uma recompensa de 50 mil dólares e um convite para a festa. Cada estatueta, valia, na época, trezentos dólares.

11. Em 1973, Marlon Brando venceu o Oscar por O Poderoso Chefão e mandou em seu lugar uma ativista à cerimônia para protestar sobre a maneira como Hollywood tratava os povos indígenas no cinema. O que pouca gente sabe é que a ativista era, na verdade, Maria Cruz, uma atriz.

Bob Hope
O ator e comediante Bob Hope: apresentador do Oscar em duas cerimônias marcantes (Foto: Reprodução)

12. A primeira transmissão da cerimônia pela TV fora dos Estados Unidos e do Canadá aconteceu em 1953. Em 1966, pela primeira vez, a transmissão foi a cores.  Nas duas ocasiões, o cicerone da festa foi o ator e comediante Bob Hope.

A Cor Púrpura
'A Cor Púrpura' (1985) de Steven Spielberg: nenhum prêmio apesar das várias indicações (Foto: Reprodução)

13. Dois filmes dividem o amargo recorde de maior número de indicações sem uma vitória sequer. São eles: Momento de Decisão (1977), de Herbert Ross e A Cor Púrpura (1985), de Steven Spielberg.

Fonte: VEJA SÃO PAULO