Política

Cúpula do PMDB participa de evento de filiação de Marta Suplicy

Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha prega rompimento com PT 

Por: João Batista Jr.

Marta Suplicy PMDB
Marta Suplicy, ao lado de Eduardo Cunha, Michel Temer e Renan Calheiros (Foto: João Batista Jr./Veja São Paulo)

O evento de filiação da senadora Marta Suplicy ao PMDB, neste sábado (26), reuniu toda a cúpula do partido no Teatro Tuca, em Perdizes.

Caciques como o vice-presidente Michel Temer, além de Eduardo Cunha, Renan Calheiros, Edison Lobão, Gabriel Chalita, Paulo Skaf e o prefeito carioca Eduardo Paes foram ao local receber a nova integrante do partido.

+ Acompanhe as últimas notícias da capital

Ao deixar o PT, que ajudou a fundar nos anos 80, a intenção de Marta é se candidatar à prefeitura de São Paulo. Hoje o cargo é ocupado justamente por um membro da sigla, Fernando Haddad, que concorrerá à reeleição.

Marta Suplicy PMDB
Marta Suplicy chega a evento para sua filiação ao PMDB, neste sábado (26) (Foto: João Batista Jr./Veja São Paulo)

O PT, aliás, foi um dos assuntos do encontro. Ao discursar no evento, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, fez duras críticas à legenda, aliada de seu partido no plano federal.

"Que o PMDB siga o exemplo de Marta, vamos largar o PT", disparou Cunha, sentado ao lado de Michel, eleito na chapa de Dilma Rousseff ao Palácio do Planalto na condição de vice.

Fonte: VEJA SÃO PAULO