O COMEÇO DE UMA GRANDE HISTÓRIA

Blog tenta aumentar o acesso à cultura

Projeto fala de artes visuais, música, cinema, literatura, teatro, dança e fotografia.

Por: - Atualizado em

juliana-trabalhando-04
Fala Cultura: aumentando o acesso de programações culturais para os paulistanos (Foto: Divulgação)

O começo de uma grande história exige o quê? Para a advogada Juliana Piesco, 25, as palavras mágicas foram criatividade, coletividade e tecnologia. Com elas, Juliana mudou a vida dela completamente. Há pouco mais de três anos, criou o FalaCultura, projeto que tem o objetivo de aumentar o acesso à cultura.

+ Conheça outras histórias inspiradoras

"Comecei mais ou menos em abril de 2011. Primeiro criei um blog simples, que tinha como ideia discutir cultura de forma acessível. O feedback foi muito bom, em contatos por e-mails, principalmente de professores da rede pública que elogiavam o site e até mesmo usavam o conteúdo em salas de aula. Na passagem de 2011 para 2012, repensei o site, que virou algo maior e com metas", diz Juliana.

A intenção dela é nobre: com o uso da tecnologia, levar a cultura para todos, de maneira moderna e dinâmica. Por isso, Juliana sempre procurou fazer com que o projeto se tornasse mais do que um simples site com agenda de shows.  "Comecei a reparar na imprensa cultural e vi que ou eles tinham uma linguagem muito técnica ou eram guias de eventos. Quando comecei a trabalhar com conteúdo, vi que seria interessante se aprofundar, falar linguagem mais dinâmica e mais acessível."

Antes do blog, Juliana era estagiária do departamento jurídico da Universidade de São Paulo. Em 2011, criou um blog de cultura despretensiosamente. Foi depois de um grande retorno do público que resolveu investir de verdade e criar o site. Atualmente, o Fala Cultura tem um conteúdo leve e moderno, dividido em sete áreas diferentes: fala . Em cada aba é possível explorar uma infinidade de assuntos relacionados. São cerca de 300 mil visitantes únicos por mês, e o perfil de usuários abrange na maioria jovens entre 18 e 34 anos.

Duas das áreas mais interessantes do Projeto FalaCultura envolvem o SP Cultural, mapa interativo com diversos pontos de interesse cultural pelas cidades em tempo real e a Agenda Cultural Aberta, que permite ao usuário do site cadastrar seu próprio evento, independentemente do tamanho, e assim torná-lo público, fazendo com que a troca cultural entre as pessoas seja livre e possa crescer cada vez mais. "É interessante convidar o jovem a inserir a voz dele, deixar de ser um agente passivo e ver que ele pode participar, que está inserido na cultura e não é algo distante", diz a criadora do projeto.

Nome: Juliana Piesco

Profissão: Advogada

Atitude transformadora: Criou um dos maiores sites de cultura do Brasil com acesso a informações gerais, em diversas áreas

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO