Crônica

Perguntas indignadas

Por: Ivan Angelo

Crônica - Ivan Angelo 2330
(Foto: Veja São Paulo)
  • Quem fiscaliza o fiscal?
  • Quem vigia o vigilante? 
  • Quem governa o governante?
  • Quem deputa o deputado?
  • Quem elege tais eleitos?
  • Quem responde ao irresponsável?
  •  Quem reprime a repressão?
  • Quem comanda o comandante?
  • Quem policia a polícia?
  • Quem atiça o atiçador?
  • Quem abrasa este Brasil?
  • Quem mata na matança?
  • Quem capa o estuprador?
  • Quem ensina o assassino?
  • Quem apoia o “de menor”?
  • Quem agride o agressor?
  • Quem julga o juiz?
  • Quem perdoa o imperdoável?
  • Quem justifica o injustificável?
  • Quem permite o impermissível?
  • Quem solta o assaltante?
  • Não condena o condenável?
  •  Quem endireita o Direito? 
  • Quem não vê o visível?
  • Quem não pune o punível?
  • Quem publica o impublicável? 
  • Quem ferra o ferrado?
  • Quem pune o inocente?
  • Quem indica o indigitado? 
  • Quem classifica o desclassificado?
  • Quem nomeia o inominável?
  • Quem emplaca o implacável?
  • Quem fatura a superfatura?
  • Quem altera a cifra alterada?
  • Quem desvia o desviável?
  • Quem desfruta o/a desfrutável? 
  • Quem descaminha o encaminhado? 
  • Quem deseduca o educando?
  • Quem educa o mal-educado?
  • Quem trafica o traficável?
  • Quem rouba o povo roubado?
  • Quem espia o espião?
  • Quem desembolsa na Bolsa?
  • Quem embolsa o desembolso?
  • Quem bebe dessa Copa?
  • Quem constrói a ruína?
  • Quem picha o pichador?
  • Quem picha o pixaim?
  • Quem guia nossos guias?
  • Quem clama nosso clamor?
  • Quem dorme no indormível?
  • Quem come o incomível?
  • Quem sofre o insofrível?
  • Quem veste o inconsútil?
  • Quem amarga o amargor?
  • Quem come o pão que o diabo amassou?
  • Quem ilumina estas trevas?
  • Quem abrevia este breu? 

Fonte: VEJA SÃO PAULO