Segurança

Criminalidade no Morumbi: trancada no closet

Moradora conta que dois homens armados entraram na residência e levaram tudo

Por: Arthur Guimarães [colaborou Mariana Barros]

Morumbi assaltos 2233
Sylvie Toquetti: 'achei que fosse morrer. Minhas pernas tremiam' (Foto: Fernando Moraes)

Fui acordada por dois homens armados no dia 22 de maio, um domingo. Eles tinham rendido minha filha quando ela chegava. Os assaltantes eram jovens e educados. Um deles ficou comigo dentro do closet. E o outro foi revirar a casa. Pediam roupas de marca, dinheiro e joias. Levaram tudo, inclusive computadores, telefones celulares e máquinas fotográficas.

+ Moradores do Morumbi se mobilizam contra criminalidade no bairro

+ Morumbi: fuzil na garagem

+ Morumbi: aplicativo para vigiar a casa

+ Morumbi: escolta para o lixo

+ Morumbi: duas horas de drama

+ Morumbi: portas fechadas

No final, trancaram toda a família no closet e me levaram como refém no meu carro. Achei que fosse morrer. Minhas pernas tremiam. Fui deixada perto da Avenida Morumbi. Até que fosse liberada, fiquei concentrada. Quando fui solta, comecei a chorar sem parar. Voltei para casa e soltei meus filhos. Aquele momento foi muito marcante. Nós nos abraçamos todos, muito emocionados. Sylvie Toquetti, 50 anos, moradora do Jardim Guedala

Fonte: VEJA SÃO PAULO