Criminalidade

Zona Sul de São Paulo tem madrugada violenta

Dono de bar foi morto com tiros no rosto em Moema, e uma quadrilha invadiu prédio de banco na Vila Cordeiro

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

bar - assassinato - assalto - Moema
Bar em Moema: proprietário foi morto a tiros na madrugada deste domingo (12) (Foto: Reprodução / Google Maps)

Um assassinato e um assalto a banco foram registrados na madrugada deste domingo (12) na Zona Sul de São Paulo.

Por volta das 2h45, o dono de um bar de Moema foi morto ao ser baleado com dois tiros no rosto. Gival de Lima Silva, de 35 anos, estava trabalhando em seu estabelecimento na Alameda Iraé, altura do número 664, quando um homem desceu de um Corsa preto e pediu uma cerveja. A confusão começou quando o cliente disse que não pagaria pela bebida. Como Silva se recusou a vendê-la, o suspeito agrediu alguns clientes e depois matou o proprietário.

O homem saiu do local e entrou no mesmo carro, que não teve a placa anotada e estava parado a 150 metros do comércio. A vítima foi levada para Pronto-Socorro do Hospital São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi classificado como homicídio simples consumado e tentativa de roubo no 27º DP, no Campo Belo.

Na mesma delegacia foi documentado um roubo a prédio comercial onde fica uma agência do banco HSBC, na altura do número 150, da Avenida Doutor Chucri Zaidan, na Vila Cordeiro, também na Zona Sul. Um grupo invadiu o local por volta das 2h30 e arrombou um caixa eletrônico, levando quantia ainda não calculada. Ninguém foi detido.

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO