criminalidade

Latrocínio aumenta 38,61% na capital em 2013

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública nesta segunda-feira (27) também mostram que homicídios tiveram queda na capital e no estado

Por: Juliana Deodoro - Atualizado em

Fernando Grella, secretário de Segurança Pública
O secretário de Segurança Pública, Fernando Grella (Foto: Mario Rodrigues)

O número de latrocínios, roubo seguido de morte, na cidade de São Paulo cresceu 38,61% em 2013. Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta segunda-feira (27) mostram que foram registrados 140 casos no ano passado, ante 101 em todo o ano de 2012.

Outro crime que teve um aumento considerável foi o de roubo de veículos. No último ano, a polícia registrou 50 729 ocorrências, 15,2% a mais que no ano anterior. Os roubos em geral também aumentaram em 11,9%.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, o aumento de crimes contra o patrimônio não é "aceitável". "Estamos no caminho certo, mas não estamos satisfeitos, especialmente pelo aumento dos crimes contra o patrimônio, que afetam a sensação de insegurança à população", disse.  Medidas para coibir a receptação de peças de carros roubados e a contratação de 5 000 policiais militares estão entre as que, de acordo com o secretário, trarão resultados a médio prazo.

Homicídios

Em 2013, o número de homicídios caiu tanto na capital quanto no estado. Na cidade de São Paulo, foram 1 176 assassinatos, 14% a menos que no último ano. Já o estado registrou uma queda de 8,6% de casos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO