Criminalidade

Crianças são flagradas invadindo e furtando escola no interior

Garotos têm entre seis e quinze anos e confessaram ter roubado bolas, tênis, materiais escolares e R$ 150; dinheiro foi usado para comprar doces

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Cinco jovens, com idade entre seis e quinze anos, foram filmados enquanto invadiam e furtavam a Escola Municipal Eruce Paulucci, em Avaré, no interior de São Paulo. A invasão aconteceu no feriado do Dia do Trabalhador, em 1º de maio, quando o local estava fechado, e só foi descoberta na segunda (5).

Reitores da USP, Unesp e Unicamp congelam salários de professores

Na última sexta (9), três crianças de seis, sete e oito anos, e dois adolescentes de catorze e quinze anos compareceram acompanhados dos pais na Delegacia de Investigações Gerais da cidade e confessaram o crime.

De acordo com a escola, eles levaram bolas, tênis, meias e materiais escolares, além de R$ 150, dinheiro que seria utilizado para a compra de lembranças para as mães dos alunos em homenagem ao Dia das Mães. A polícia disse que todos os objetos foram devolvidos pelos pais das crianças.

Os cinco ainda arrombaram portas e armários da instituição.

“É certo que foi uma brincadeira irresponsável, coisa de criança”, afirma o delegado Rubens César Garcia Jorge, da Delegacia de Investigações Gerais. “Pelo que observamos, eles são de uma família centrada, organizada, tanto que os pais de todos eles compareceram à delegacia. Além disso, eles não usaram o dinheiro para comprar drogas, por exemplo. Tudo foi usado para comprar doces.”

Agora, os dois adolescentes serão encaminhados ao Juizado da Infância e da Juventude onde, como não são reincidentes, deverão ser advertidos por um juiz. O Conselho Tutelar será acionado por uma medida de proteção no caso dos menores de doze anos e irá acompanhar a situação das famílias de cada um deles. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO