Mistérios da Cidade

Cresce o número de testamentos emitidos em São Paulo

Procura pelo documento aumentou em 30% nos últimos quatro anos

Por: Júlia Gouveia

Produzir um testamento, com orientações sobre partilha de bens, é uma providência cada vez mais comum. O número de documentos do tipo cresceu cerca de 30% no estado entre 2010 e 2013 (veja abaixo os índices). Entre os motivos para o fenômeno está o aumento de uniões estáveis, inclusive entre casais homossexuais.

+ Travessia aérea sobre o Rio Tietê vai virar documentário

+ Centro vira inspiração para marca de roupas

+ Aplicativo associa músicas a lugares da cidade

“O Código Civil não prestigia o companheiro da mesma forma que o cônjuge. Nesses casos, o testamento é a ferramenta adequada a fazer justiça em sucessões”, afirma o presidente da seção regional do Colégio Notarial do Brasil, Carlos Brasil. O custo para realizar um registro é de 1 237 reais.

O NÚMERO DE DOCUMENTOS EMITIDOS NOS ÚLTIMOS ANOS:

2010 - 6 700

2011 - 7 647

2012 - 8 220

2013 - 8 519

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO