Comidinhas

Cozinha das Duas serve lanches e alguns pratos simples nos Jardins

Com ambiente transado, o local chama a atenção de quem passa pela Alameda Joaquim Eugênio de Lima

Por: Sophia Braun - Atualizado em

Cozinha das Duas
A janela com flores: decoração caprichada (Foto: Fernando Moraes)

A janela enfeitada com flores chama a atenção de quem passa pela Alameda Joaquim Eugênio de Lima, nos Jardins. Está ali, há pouco mais de um ano, o Cozinha das Duas, especializado em sanduíches e alguns pratos e petiscos de apelo caseiro.

Todas as terças, pela manhã, a sócia Mariana Leme troca os arranjos que adornam a fachada. Do lado de dentro, o salão apertadinho e cheio de detalhes conduz a um agradável quintal nos fundos do imóvel.

O mesmo capricho da decoração é notado nas receitas, aos cuidados da segunda proprietária, Eliana Gouveia. Ela prepara bem-apresentados hambúrgueres, beirutes e lanches clássicos, como o bauru (R$ 19,10) e o croque monsieur (R$ 26,00), além de picadinho de filé-mignon (R$ 32,60) e carne-seca ao purê de mandioquinha (R$ 22,70) — tudo servido sem intervalo entre almoço e jantar.

Fatias de presunto de Parma na ciabatta do Cozinha das Duas
Fatias de presunto de Parma na ciabatta: R$ 26,30 (Foto: Fernando Moraes)

Apesar da aparência atraente das sugestões, a cozinha teve deslizes na visita realizada no último dia 9. Composto de salsichão, creme de queijos e mostarda de Dijon, o dog das duas (R$ 22,40) veio montado em uma baguete quase murcha. As fritas de guarnição também poderiam estar mais crocantes. Sai-se melhor o panino de presunto cru de Parma, queijo estepe, tomate seco e rúcula na ciabatta (R$ 26,30).

Antes, a porção de mini-hambúrgueres de fraldinha com tomate-cereja (R$ 32,30; dez unidades) pode ser partilhada no centro da mesa. Na hora da sobremesa, vale trocar o trivial brigadeiro de colher (R$ 4,00) pelo bem-casado na taça (R$ 14,20), que intercala doce de leite, sorvete de creme e farofa de pão de ló.

Para acompanhar as pedidas, há sucos naturais e uma pequena seleção de vinhos e cervejas. Nas noites de terça a sexta, tem som ao vivo a partir das 19h. Aos sábados, um músico toca MPB das 14h às 18h. Num gesto simpático, o couvert artístico é cortesia.

COMIDA ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO