COMIDINHAS

Cliente não paga se conseguir comer coxinha gigante

Panetteria ZN, na Zona Norte, vende salgado de 1 quilo por cerca de R$ 32,90

Por: Saulo Yassuda - Atualizado em

Super Coxinha - Panetteria ZN
O gerente Wanderley de Souza segura a supercoxinha (Foto: Divulgação)

A Panetteria ZN, no Imirim, acaba de lançar um desafio aos glutões. Até o fim de fevereiro, o indivíduo que for capaz de comer a supercoxinha da padaria em dez minutos não paga pelo quitute e ainda terá sua foto exibida nos televisores do local. Os vencedores da façanha participarão do sorteio de um iPad no fim do mês.

A coxinha de frango com catupiry tamanho família alimenta até quatro pessoas, nas contas do estabelecimento (o peso aproximado é de 1 quilo). O preço do quilo é R$ 32,90. 

O salgado não é armazenado na estufa da padoca e deve ser pedido na hora. Demora cerca de 40 minutos para ficar pronto. "Como o produto não é congelado, não fica frio por dentro", explica o gerente, Wanderley de Souza, que se diz o mentor da ideia do superquitute. "Uma vez, uma coxinha saiu um pouco maior, aí eu quis uma maior ainda", ele narra.

Instalada na Avenida Engenheiro Caetano Álvares, na Zona Norte, a padaria tem um amplo salão, dividido em restaurante, balcão de pães e adega. Além do salgado gigante, serve a guloseima em tamanho regular também, a R$ 5,20 com catupiry. 

DISPONIBILIDADE

Com a grande procura, a supercoxinha acabou na tarde desta quarta (5). A proprietária do local, Fatima Dias, promete resolver a questão da demanda na manhã de quinta (6), a partir das 8h. "Vamos até fazer mais unidades para o cliente não esperar por 40 minutos", diz.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO