Carnes

Dez endereços para comer costelinhas com barbecue

Especialidade norte-americana que conquistou os paulistanos, o corte é um dos mais pedidos em restaurantes como o Outback, onde são consumidas 200 toneladas por mês

Por: Victória Kennedy - Atualizado em

Outback - costelinhas com barbecue
Outback: 200 toneladas de costelinhas com barbecue são vendidas por mês no país (Foto: Divulgação)

Desde que a rede norte-americana com inspiração australiana Outback Steakhouse chegou à cidade, em 1997, as costelinhas com barbecue se popularizaram entre os paulistanos. Suas baby back ribs de 700 gramas são assadas lentamente até ficarem macias e desprendendo do ossinho. Cobertas por generosas doses do clássico molho de churrasco, é a opção mais pedida do cardápio.

Segundo o Outback, 200 toneladas de costelinha são vendidas todo mês em suas 43 unidades nacionais. Haja barbecue! Para acompanhar, há nove sugestões, entre elas, batatas fritas, brócolis, arroz temperado ou purê de batatas.

A popular versão do Outback, no entanto, não é a única. Na lanchonete Well's, por exemplo, é possível provar as – também enormes– st. louis ribs, acompanhadas por molho barbecue caseiro e mais suave. O valor, R$ 43,90, inclui ainda uma porção de onion rings. O ambiente, decorado segundo a tradição yankee, deixa a experiência ainda mais norte-americana.

Deu água na boca? Então confira nossa seleção de dez endereços bacanas para comer costelinha suína ao molho barbecue.

210 Diner: moderninha, a casa segue o estilo casual diner norte-americano, com decoração pop e rock'n'roll tocando ao fundo. As baby back ribs são servidas em porções individuais (R$ 44,00). Nachos, mix de folhas ou fritas podem escoltar. Coma com as mãos sem sentir vergonha, mesmo se for naquele encontro a dois, que o ambiente sugere.

Applebee's - baby back ribs
Applebee's: baby back ribs são escoltadas por milho cozido e fritas (Foto: Divulgação)

Applebee's: os steaks e grelhados são a alma da casa. Dividida em pubs e restaurantes, toda a rede serve a costelinha de porco com barbecue, acompanhada por fritas e uma espiga de milho cozida, conforme a tradição sulistas dos Estados Unidos. Se preferir, pode trocar os acompanhamentos. Uma sugestão é a batata frita com cheddar e bacon. A maior custa R$ 45,90 e é, não à toa, chamada de “porção generosa”: serve duas pessoas. As mesas enormes e as porções exageradas do Applebee’s, convidam para um jantar entre amigos.

Chili's: o ambiente é típico de uma steak house: luzes baixas, música alta e garçons animados. Boa opção de almoço para os executivos da região, é ainda melhor para um jantar entre amigos. Cortes tradicionais do sudoeste dos EUA aparecem no menu, que inclui também opções mexicanas. Além do clássico molho barbecue, as costelinhas podem ser escoltadas por molho agridoce de pimenta chipotle ou com um toque de mel (R$ 45,00). 

Dinho's Steak House: a decoração retrô e os cortes inesquecíveis apresentados aqui atraem. No caso da costela, não é diferente. Macia e descolando do osso ao toque, a porção individual custa R$ 20,00 e vem com uma versão personalizada de molho barbecue. Chegue antes, ocupe um lugar no bar, peça caipirinhas e as minicoxinhas cremosas de frango para beliscar (R$ 14,00, oito unidades).

Costelinha de porco ao molho barbecue do restaurante Msanè
Msanè: a carne desmancha-se ao toque da faca (Foto: Fernando Moraes)

Msanè: as famosas e macias carnes argentinas, somadas ao sistema de rodízio de acompanhamentos, fizeram a fama da casa. Mas não se preocupe: tem espaço no cardápio para a especialidade americana, que funciona tanto como prato principal quanto como entrada (nesse caso, só nos fins de semana, por R$ 45,00). A costelinha de porco ao molho barbecue enche os olhos e é servida em diferentes tamanhos. Sai por R$ 35,00 (porção de 220 gramas) e R$ 39,00 (320 gramas), de segunda a sexta; e R$ 42,00 e R$ 49,00, aos sábados e domingos.

Outback: o cardápio, só com nomes e gírias em inglês, deixa bastante claro o que esta rede de restaurantes tem a oferecer. Mesas redondas e enormes, ou bancos estofados e privativos, são cercados por garçons atenciosos. Ribs on the barbie, é o nome das costelinhas de 700 gramas, que servem duas pessoas (famintas). Entre as nove opções, escolha um acompanhamento (tudo por R$ 45,90). Se a fome não é tanta ou a companhia furar, não passe vontade: a versão júnior é exatamente a metade e vem com cinco ou seis ossinhos cobertos generosamente por barbie (R$ 37,00).

St. Louis: no cardápio, logo embaixo da descrição apaixonante das tender ribs, há um aviso: a produção diária é limitada e pode esgotar. Considerada umas das melhores hamburguerias da cidade, serve costelinhas no mesmo padrão. São preparadas lentamente, como manda a tradição. Sobre elas, barbecue caseiro, cole slaw e um acompanhamento a escolha (R$ 48,00, para duas pessoas).

Boteco Week o torcedor
O Torcedor: assada no bafo, coberta por molho barbecue (R$ 52,00) (Foto: Divulgação)

■ O Torcedor: montada junto à entrada principal do Estádio do Pacaembu, a choperia tem mesinhas sob a marquise, de onde se avista a Praça Charles Miller. Acomode-se ali e peça sem medo a costela suína assada no bafo, coberta por molho barbecue (R$ 52,00, para dois). A programação musical traz grupos de samba e pagode aos sábados, das 14h às 18h. Em dias de jogo, o bar fecha três horas antes da partida.

Veríssimo Bar: atrai pela caprichada decoração em homenagem ao escritor gaúcho Luis Fernando Veríssimo, com caricaturas e capas de livros ampliadas. Todos os dias, um prato diferente protagoniza o menu. As ribs com barbecue, em versão individual, aparecem às quartas e podem ser acompanhadas por arroz birô-birô e batata assada (R$ 34,00).

Well’s:  elas têm 750 gramas. A princípio, isso é tudo o que você precisa saber sobre as st. louis ribs vendidas nesta lanchonete por R$ 43,90. O molho barbecue feito na hora deixa a porção, gigantesca, um pouco mais leve. Para acompanhar, escolha as crocantes onion rings, inclusas no valor.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO