Restaurante

Così leva seu menu italiano à Vila Nova Conceição

Na nova casa, chef Renato Carioni faz um trabalho cada vez mais apurado, porém cerca de 20% mais caro que na matriz

Por: Arnaldo Lorençato

Così - Vila Nova Conceição - Canelone de pato
Canelone de pato ao molho cremoso de beterraba (Foto: Fernando Moraes)

Quando inauguraram o Così, em 2009, o chef Renato Carioni e o sócio Leonardo Recalde se arriscaram num endereço sem tradição culinária, a Rua Barão de Tatuí, em Santa Cecília. A qualidade do menu italiano, associada a preços razoáveis, garantiu o êxito do negócio. Em outubro do ano passado, a dupla foi convidada a assumir o ponto do malsucedido Faggi, do executivo de uma empresa ambiental Adriano Stringher, na Rua Jacques Félix. Juntos, os três puseram para funcionar a filial do Così na Vila Nova Conceição em novembro.

Na nova casa, Carioni faz um trabalho cada vez mais apurado, porém cerca de 20% mais caro que na matriz. O ótimo canelone de pato no molho de conserva de beterraba ao creme de leite é preparado na hora do pedido. Envolta em massa de cozimento preciso, a carne da ave fica ainda melhor ao ser combinada ao molho rosado discretamente ácido. Custa R$ 51,00 e, se incluir um escalope de foie gras, sobe para R$ 63,00. Também brilha o robalo ao perfume de tomilho e alecrim (R$ 51,00). O peixe chega à mesa envolto numa capa de argila que, depois de quebrada diante do cliente, ganha a companhia de purê de mandioquinha e molho de azeitona preta.

De entrada, peça o ovo cozido, empanado e de gema molinha valorizado por creme de cogumelo (R$ 31,00 e R$ 45,00 com foie gras). Cai bem na sobremesa a torta de limão coberta de açúcar queimado na calda de morango fresco (R$ 18,00). A carta de vinhos traz o tinto italiano Sangiovese Cancelli 2009 (R$ 66,00).

COMIDA ✪✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO