Playground

Queijo e vinho para abastecer

As wines runs, corridas que contam com degustações de vinhos e jantares especiais ao fim do percurso, conquistam os atletas — e também quem não corre

Por: Denise Bobadilha - Atualizado em

corredores-no-salao-de-banquete-de-viena-credito-carolina-otero
Corredores em Viena, no jantar que antecede a wine run da cidade (Foto: Carolina Otero)

Uma mesa com cogumelos e pães locais, queijos, foie gras, ostras e frutas. As taças para a degustação de vinhos, claro, não faltam. Estamos falando das wine runs, corridas com paradas gastronômicas. Esqueça as insossas barrinhas de cereais ou os lanches rápidos. Na Marathon du Médoc, prova beneficente que acontece em setembro na região vinícola de Bordeaux, na França, os 42 quilômetros do percurso entre colinas, castelos e videiras são intercalados com refeições especiais, como a servida ao fim da maratona no château cordeillan-Bages, um dois-estrelas Michelin na região. Todos levam para casa, junto com as medalhas, uma caixa com cinco Grand Crus locais.

Se 42 quilômetros ininterruptos combinados com vinho parecem extravagantes demais, a nova Marathon du Vin du Pic Saint Loup, na região do Languedoc-Roussillon, também no sul da França, é uma opção mais tranquila, digamos. A distância é percorrida durante três dias em outubro (época da colheita da uva): são 5 quilômetros no primeiro dia, 16 no segundo e 21 quilômetros (meia maratona) no último. As degustações e refeições em todas as etapas são oferecidas por várias famílias produtoras locais. A prova tem ainda uma deliciosa facilidade: para quem não corre, mas viaja com um corredor, é possível fazer um percurso paralelo de carro para conhecer os vilarejos e participar dos banquetes. Outras wine runs famosas são no Douro português, na Weinstrasse alemã e no Napa Valley californiano.

No Brasil, a primeira corrida do gênero aconteceu em setembro, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS). Foi uma meia maratona de altimetria variada, e os inscritos correram individualmente, em duplas ou trios. Todos confraternizaram num jantar na véspera e celebraram a chegada com espumante e massas preparadas por três chefs. “Procuramos estender o clima festivo por todo o fim de semana, não apenas durante a prova”, afirma Freddy Carvalho, organizador do evento.

PROGRAME-SE

7/9/2013 — MARATHON DU MÉDOC

Inscrições a partir de 78 euros. Diárias para se hospedar no Château Cordeillan-Bages, recomendado pela organização da prova, a partir de 203 euros. marathondumedoc.com

18, 19 e 20/10/2013 — MARATHON DUVIN DU PIC SAINT LOUP

Inscrições a partir de 95 euros. Diárias no Holiday Inn de Montpellier, hospedagem oficial da prova, a partir de 162 euros. vinsportif.com

Fonte: VEJA SÃO PAULO