Cidade

Corregedoria investiga participação de policiais no tráfico da Cracolândia

Na tarde ontem, uma ação surpresa do Denarc causou tumulto na região

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

A Corregedoria da Polícia Civil informou nesta sexta-feira (24) que está investigando a participação de policiais que atuariam como chefes do tráfico na Cracolândia, centro de São Paulo.

Na tarde de ontem agentes do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc) foram até a Rua Barão de Piracicaba, onde se concentram os usuários de crack, para tentar encontrar esses traficantes, sem sucesso. A ação provocou tumulto na região, e a polícia lançou bombas de gás lacrimogênio. 

+ Leia mais sobre a ação policial surpresa na Cracolândia

A suspeita da polícia é de que homens do próprio Denarc estejam envolvidos com a venda de droga na região. O departamento e a Secretaria de Segurança Pública classificaram a ação como "legítima". A prefeitura rebateu, entretanto, dizendo a confusão atrapalha a operação Braços Abertos, que busca a ressocialização dos usuários por meio de trabalho e de moradia. 

PROTESTO

Está marcado para a tarde de hoje um protesto contra a ação do Denarc na Cracolândia. O evento, chamado de “Ato de repúdio à polícia de Alckmin da Cracolândia", tem mais de 2 400 pessoas confirmadas no Facebook. A concentração deve ocorrer às 15h em frente ao prédio da Secretaria de Estado da Segurança Pública, na Rua Libero Badaró, também no centro. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO