Cidade

Corpo de empresário é encontrado na raia olímpica da USP

Everaldo Miranda praticava stand-up paddle na noite de segunda (24). Polícia investiga se causa da morte foi afogamento ou algum problema de saúde

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

Homens do Corpo de Bombeiros encontraram o corpo do empresário Everaldo Miranda, de 42 anos, desaparecido na noite de segunda (24) na raia olímpica da Universidade de São Paulo (USP), no Butantã. A vítima foi localizada por volta das 10h desta terça (25), de acordo com a corporação.

 

Miranda era aluno de stand-up paddle, modalidade praticada com remo e prancha, e treinava na raia olímpica quando seus equipamentos foram vistos boiando. Desde então, estava desaparecido. De acordo com o Capitão Antunes, que comandou as buscas na manhã desta terça, a perícia vai informar se a causa da morte foi afogamento ou se Miranda teve algum problema de saúde, que teria provocado sua queda. "Dificilmente uma pessoa que não sabe nadar vai praticar o esporte sem colete ou equipamento de segurança. A possibilidade de ter passado mal é plausível." Pessoas que estavam na raia relataram que no momento do desaparecimento da vítima ventava muito, mas não chovia.

Segundo o Capitão Palumbo, da comunicação dos Bombeiros, Miranda tinha começado a praticar o stand-up paddle há pouco tempo. O Sport Club Corinthians Paulista informou que não possui equipe para a modalidade, mas que o clube fornece espaço de vestiário e acesso à raia, a pedido do professor Luiz Guida. Guida pratica o stand-up paddle faz cerca de oito anos e é bicampeão brasileiro no esporte. Em novembro do ano passado, venceu a primeira maratona de stand-up paddle realizada no País, na bacia do rio Paraguai.

raia-olimpica
Raia olímpica da USP: 2 250 metros de extensão e de três a cinco metros de profundidade (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Resgate

Os bombeiros atenderam o chamado de afogamento às 20h08 de segunda e as buscas se entenderam pela madrugada, mas foram interrompidas por causa da baixa visibilidade. A procura seguiu no início desta manhã. A raia olímpica da USP tem 2 250 metros de extensão e de três a cinco metros de profundidade.

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO