Futebol

Corinthians vence o Mundial de Clubes em final histórica

Depois de uma campanha sem derrotas na Libertadores da América, Timão supera os ingleses do Chelsea e ergue a taça cobiçada em Yokohama

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Corinthians vence o Mundial - Alessandro ergue a taça
Corinthians vence o Mundial Interclubes e é bicampeão. Na foto, Alessandro ergue a taça (Foto: divulgação)

Cinco meses depois de uma conquista inédita na Libertadores da América, o Corinthians comemorou uma nova vitória histórica na trajetória do clube: neste domingo (16), o time alvinegro venceu o Chelsea por 1 x 0, com gol de Guerrero aos 23 minutos do segundo tempo, e garantiu o bicampeonato no Mundial de Clubes da Fifa.

Guerrero, do Corinthians, marcando o gol contra o Chelsea - maior
Guerrero, do Corinthians, marcando o gol contra o Chelsea, durante partida válida pela final do Campeonato Mundial de Clubes da Fifa, em Toyota (Foto: Toru Yamanaka-AFP)

A final, disputada em Yokohama, encerrou um ano inesquecível para a torcida corintiana. Aos gritos de “Vai, Corinthians”, a Fiel tomou o Japão e, novamente, empurrou a equipe na briga por mais um título.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

+ Veja onde comemorar a vitória do Corinthians

+ Banzai, Corinthians! Aprenda a cantar o hino do Timão em japonês

Em julho, o Timão bateu o argentino Boca Juniors por 2 a 0 e, invicto, ergueu a taça da Libertadores. Desde então, os torcedores da Fiel – que se apelidam de “bando de loucos” – se dedicaram a disseminar uma “epidemia corintiana”, slogan criado pela equipe de marketing do clube. Estima-se que 20.000 alvinegros viajaram ao Japão para acompanhar os embates entre a equipe do técnico Tite na etapa decisiva do Mundial.

Corinthians Torcida Libertadores 2277
Pacaembu, 4 de julho de 2012: mais de 40.000 pessoas no estádio (Foto: Mário Rodrigues)

O primeiro confronto, na quarta (21), deixou os brasileiros no sufoco. No Toyota Stadium, milhares de pessoas assistiram ao jogo contra o Al Ahly, campeão africano. Com o placar sofrido de 1 x 0, o Corinthians esperou pelo resultado do jogo entre o estrelado Chelsea, do bilionário russo Roman Abramovich, e o mexicano Monterrey. Os ingleses mostraram superioridade e fecharam a partida com um indiscutível 3 a 1.

Goleiro Cássio do Corinthians
Goleiro Cássio do Corinthians durante partida contra o Al Ahly pela semifinal do Mundial de Clubes da Fifa em Toyota. O goleiro foi o grande herói da final contra o Chealsea (Foto: Keita Yasukawa)

No último jogo, no entanto, os adversários não resistiram ao avanço do Timão, que fechou o ano revigorado. A seguir, relembre as principais reportagens publicadas este ano na VEJA SÃO PAULO sobre o Corinthians:

Fonte: VEJA SÃO PAULO