Fim da fila

Marlene Matheus: vesti o Vicente Matheus de mulher

Mulher do então presidente do Corinthians, Marlene Matheus conta como fez para tirar o marido do estádio após o título

Por: Ivan Azevedo - Atualizado em

Marlene Matheus: vesti o Vicente Matheus de mulher - 2163a
Marlene e Vicente Matheus com a faixa de campeão, em 1987 (Foto: Luiz Aureliano)

“No dia do jogo estava muito preocupada com a saúde do Vicente. Semanas antes, quando tentei levá-lo ao médico, ele me disse que não teria problema se morresse por causa da emoção da conquista, porque morreria feliz. Ele saiu cedo de casa e só nos vimos no camarote do Morumbi, mas nem nos cumprimentamos. Na hora do gol, aquilo parecia arquibancada, um pulando em cima do outro, chorando e se abraçando. Uma comemoração que fez jus à importância daquele momento. O problema foi levar o Vicente embora. Como tinha muita gente ao redor do Morumbi, resolvi fantasiá-lo de mulher para passarmos pela multidão. Coloquei um pano na cabeça dele, um par de óculos escuros, entramos no carro e partimos. Não fomos longe. Logo me viram e gritaram: ‘Olha o Vicente de mulher!’. Aí foi aquela bagunça. Abriram a porta do carro, começaram a abraçá-lo e a agradecer muito. Quando ele mesmo resolveu ir, ajudaram a abrir caminho. Chegando em casa, pedia para ser beliscado, não conseguia acreditar. Ficou tomando o uísque caubói dele. No final das contas, acabamos dormindo no tapete da sala.”

Marlene Matheus, mulher do então presidente Vicente Matheus (1908-1997), tinha 41 anos

Fonte: VEJA SÃO PAULO