Mistérios da Cidade

Cáritas organiza torneio de futebol entre refugiados

Times de dezesseis países na Comunidade Novo Glicério, no centro, jogam nos dias 5 e 6 de julho

Por: Maurício Xavier [reportagem de Ricardo Rossetto]

Para marcar o Dia Mundial do Refugiado, celebrado na última sexta (20), a organização Cáritas promoverá um torneio com times de dezesseis países na Comunidade Novo Glicério, no centro, nos dias 5 e 6 de julho. As equipes serão formadas por estrangeiros que deixaram seu país devido à perseguição política, racial ou religiosa.

+ Acompanhe nossa cobertura da Copa do Mundo

Haverá um evento de abertura no dia 27 de junho, às 10 horas, na Igreja da Paz, também no Glicério, onde ficam a Pastoral do Migrante e a Casa do Migrante. No ano passado, 5 208 pessoas de oitenta nacionalidades foram reconhecidas pelo governo brasileiro como refugiadas: 90% são adultos entre 18 e30 anos e metade escolheu morar em SãoPaulo. Abaixo, o número de integrantes de algumas comunidades na capital:

Afeganistão: 20

Colômbia: 201

República Democrática do Congo: 223

Costa do Marfim: 19

Mali: 18

Nigéria: 43

Paquistão: 14

Síria: 171

Fonte: VEJA SÃO PAULO