Em Itaquera

Ocupação do MTST terá sua própria Copa nesta quinta

Moradores não estão preocupados com a estreia do Brasil; homens vão usar vestidos para enfrentar as mulheres em competição interna de futebol

Por: Juliana Deodoro - Atualizado em

Copa do Povo
Campo improvisado montado no acampamento 'Copa do Povo' (Foto: Juliana Deodoro)

Apesar de estarem a cerca de 4 quilômetros da Arena Corinthians, muitos integrantes da ocupação Copa do Povo afirmam que não vão acompanhar nem pela televisão a estreia do Brasil na Copa. Afinal, ó terreno com cerca de 150 000 metros quadrados não tem energia elétrica. Apesar disso, animação não faltará nesta quinta-feira (12).  Os moradores do acampamento organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) realizarão seu próprio campeonato de futebol.

+ Itaquera se transforma para receber a Copa do Mundo

A partir das 9 horas, times formados pelos moradores se enfrentarão no campo de futebol improvisado na entrada do acampamento. "Vai ter a Copa lá, mas vamos fazer a nossa aqui. Só que aqui vai ser a Copa do povo", diz a coordenadora Simone Rodrigues, de 39 anos.

+ Delegação da Croácia causa alvoroço no Bar da Dona Onça

Nesta quarta-feira (11), o assunto mais comentado entre os participantes do acampamento não era a seleção brasileira, mas o confronto que acontecerá entre homens e mulheres, um dos jogos da competição. Para a disputa ficar mais engraçada, eles terão de vestir roupas femininas, como saia e calça legging. "Estamos decidindo se os homens vão usar salto alto", brinca Simone.

+ Não deixe de votar na Copa de Petiscos

Além das partidas de futebol, a ocupação terá uma série de atividades, como palestras, aulas de capoeira e forró. Como o acampamento não tem energia elétrica, grande parte dos moradores afirma que não vai assistir à partida de abertura do mundial. "No Japão ou em Itaquera não faz diferença. Nos dois casos eu só vou poder assistir a Copa de longe, pela televisão", diz um morador, vestido com a camisa do São Paulo e com uma bola de futebol debaixo do braço.

+ Guia das cidades-sede do Mundial

Após promoverem manifestações em São Paulo nos últimos meses, os moradores do local receberam uma boa notícia no início da semana. O governo federal confirmou que atenderá algumas das reivindicações do grupo. Entre elas, a construção de moradias populares para a população de baixa renda no terreno hoje ocupado pelos integrantes do acampamento.  

A ocupação Copa do Povo fica na Rua Malmequer do Campo, ao lado do Parque do Carmo, e conta com cerca de 2 000 famílias, que montaram barracos em um terreno de 150 000 metros quadrados abandonado há trinta anos. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO