Copa do Mundo

Copa do Mundo: Secretaria de Transportes suspende rodízio de veículos

Durante a partida da seleção em busca de uma vaga na semifinal na Copa, será feita uma operação especial no Metrô, CPTM, EMTU, SP Trans e CET

Por: Redação - Atualizado em

Congestionamento - Marginal Tietê
Carros de passeios podem circular livremente no feriado prolongado (Foto: Clayton de Souza/AE)

Para evitar um novo congestionamento nesta sexta-feira (2), durante o jogo do Brasil contra a Holanda pelas quartas-de-final da Copa do Mundo, a Secretaria Municipal de Transportes (SMT) suspendeu o rodízio de veículos durante todo o dia. Dessa forma, automóveis com placa de final 9 ou 0 poderão circular pelas ruas.

+ Veja mais sobre a Copa do Mundo

As frotas e horários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU) e da Companhia do Metropolitano (Metrô) serão semelhantes a de um dia típico. Entretanto, estarão de prontidão - tanto na CPTM como no Metrô - vários trens caso haja aumento da demanda antes, durante ou após a partida.

O período entre um trem e outro será em média de 7 minutos e no Metrô, um pouco menos de 2 minutos. Devido à partida não ser em horário de pico (11h), a SP Trans também manterá as linhas de ônibus no fluxo normal.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) implantará esquema especial de trânsito. Vai monitorar os principais eixos viários e áreas comerciais que concentram bares e similares, como os bairros de Moema, Jardins, Vila Mariana, Pinheiros, Vila Madalena, Vila Olímpia, Santana, Tatuapé, Centro, entre outros.

Confira recomendações da CET para fugir do trânsito:

- Os motoristas devem evitar circular pela cidade nos horários de maior movimento, das 9h às 11h e das 13h às 15h.

- Evitar circular nas regiões onde haverá concentração próxima às áreas comerciais de bares e restaurantes.

- Redobrar a atenção nos locais de concentração e travessia de pedestres.

- Se necessitar pedir informações, proceder de forma a não atrapalhar a fluidez do trânsito.

- Não estacionar em locais onde haja canalizações com cones e cavaletes.

Fonte: VEJA SÃO PAULO