IMÓVEIS

Construtoras fazem saldões para reduzir estoque de imóveis

Descontos podem chegar a 40% do valor final do apartamento

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

São Paulo Skyline
Vista aérea de São Paulo: construtoras querem desencalhar imóveis (Foto: Ricardo Marchesan)

Como forma de reduzir o número de imóveis encalhados, as construtoras paulistanas decidiram realizar saldões de apartamentos. A estratégia consiste em dar descontos polpudos em determinadas unidades. A Tecnisa criou o programa Mega Bônus, em que oferece descontos de até 60 000 reais na Grande São Paulo e 40 000 reais na capital. 

Um apartamento de dois dormitórios no Tatuapé sai por 365 000 reais (antes custava 385 000). Na Vila Maria, uma unidade de três dormitórios passou de 412 000 para 382 000 reais. Também há opções de salas comercias em cidades como Guarulhos, Diadema e Barueri.

+ Ficou pronta a maior mansão do Brasil

A PDG está com a segunda edição da promoção “Na Ponta do Lápis”, em que promete descontos de até 320 000 reais em apartamentos. O site mostra opções em bairros como Alto de Pinheiros, Jaguaré e Vila Maria, entre outros. Mas para saber o valor das unidades é preciso conversar com um corretos pelo "chat" online.

A Zap colocou no ar na última sexta o www.novosnozap.com.br apenas com ofertas que prometem redução de 28% no valor do apartamento. Há desde opções prontas para morar até na planta. O site é organizado, mas nem todas as opções mostram o valor final do apartamento. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO