Bebida

Conheça os melhores vinhos do mundo

Veja São Paulo lança coleção para quem quer conhecer o universo de Baco

- Atualizado em

O mundo do vinho em São Paulo passou por uma revolução na última década. Até o início dos anos 90, adegas climatizadas, degustações e cursos para quem quisesse aprender o bê-á-bá de tintos e brancos eram raros. Salvo exceções, os restaurantes paulistanos traziam em seus cardápios (quase ninguém sabia o que era carta de vinhos) poucas opções para os consumidores. Hoje, até pizzarias e casas de comida rápida oferecem cartas caprichadas. Bons rótulos são encontrados não só em importadoras como em prateleiras de supermercado. Diariamente, o ano inteiro, há cursos, palestras e degustações. "Cinco anos atrás, conseguíamos organizar uma aula por semestre", conta o médico Daniel Pinto, presidente da Sociedade Brasileira dos Amigos do Vinho (Sbav). "Atualmente, temos encontros do gênero todos os meses." A Expovinis Brasil, a maior feira de vinhos da América Latina, começou em 1999 com quinze expositores. Na 11ª edição do evento, realizada na semana passada, 250 importadores e produtores de diversos países ocuparam o Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera. Para quem se interessa pelo assunto e quer conhecer mais sobre o universo de Baco, Veja São Paulo lança nesta semana a coleção Vinhos do Mundo. Serão dezesseis volumes em capa dura que apresentarão o leitor a diversas regiões produtoras. Os livros trarão também uma espécie de curso com temas como elaboração de brancos, tintos, rosés, espumantes e fortificados; harmonização de vinho e comida; benefícios para a saúde; e dicas de como servir, degustar e comprar. Os volumes virão acompanhados de uma garrafa de 375 mililitros relacionada com o curso ou a região vinícola destacada. Haverá ainda uma receita de pratos que combinam com cada tipo de vinho. "Unir teoria e prática é a melhor maneira de entrar em contato com esse mundo", afirma a sommelière Alexandra Corvo, colunista do Portal Veja São Paulo. Os volumes não serão vendidos separadamente. A coleção completa custa sete parcelas de 59,90 reais, num total de 419,30 reais, e os dezesseis livros chegarão à casa dos leitores quinzenalmente. Com o primeiro volume, o enófilo (ou aspirante) receberá, além do tinto argentino Los Cardos Malbec, da vinícola Doña Paula, um corta-gotas e duas taças de degustação. Acompanha o kit uma cartela de aromas com as fragrâncias mais encontradas nos vinhos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO