Educa

Conheça 9 benefícios do ensino em período integral

Referência em países que são modelo em educação, o tempo maior em sala de aula começa a ganhar espaço também no Brasil. Veja aqui por que é uma boa opção para as crianças

Por: Escola Móbile - Atualizado em

web_MOBILE_3
Diversão na biblioteca: além de momentos livres, as crianças aprendem brincando (Foto: Romero Cruz)

O Brasil tem muito a aprender com os países que são considerados modelo em educação. Um dos aspectos que diferenciam os estudantes da Finlândia, Coreia do Sul, Irlanda e do Chile em relação aos brasileiros é o tempo em sala de aula. Nesses países, as crianças passam, em média, sete horas diárias na escola, contra quatro horas e meia no Brasil. O tempo a mais em sala de aula não contribui apenas para a qualidade da educação, mas ajuda a formar cidadãos multiculturais, criativos e mais capacitados para contribuir com a transformação do entorno. 

Veja o exemplo da Coreia do Sul. Um forte investimento em ensino integral ajudou a transformar o país em uma potência. Hoje, o país ocupa posição de destaque nos rankings mundiais de educação, como o quinto lugar no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, na sigla em inglês), exame que mede o desempenho de alunos em 70 países. 

No Brasil, o cenário é diferente. “Somos um dos poucos países que ainda não ampliaram a carga horária”, afirma Maria Amábile Mansutti, coordenadora técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). Mas aos poucos essa realidade começa a mudar. Muitas escolas brasileiras já oferecem cursos em período integral, uma opção para pais que trabalham o dia todo e não conseguem dar o suporte de que os filhos necessitam nos estudos. “Com o ensino integral, a criança aproveita o tempo com adultos qualificados que sabem fazer intervenções para desenvolver uma série de habilidades importantes para a vida”, afirma Maria Helena Bresser, diretora-geral e fundadora da Escola Móbile, que passará a oferecer às famílias a opção de período integral a partir de 2017.

Veja, a seguir, como o ensino em período integral pode ajudar no desenvolvimento das crianças e no bem-estar das famílias.

1. Tranquilidade para os pais 

Famílias em que pais e mães trabalham o dia todo podem optar por uma escola na qual a criança permaneça mais tempo e sob a supervisão de profissionais qualificados. Além disso, os pais não precisam recorrer a outras instituições para complementar a formação, como escolas de idiomas, de computação e de esportes. 

2. Melhora o aproveitamento do tempo

Além das brincadeiras livres, as crianças participam de outras que proporcionam aprendizados importantes. “A escola integral qualifica a interação e o tempo da criança”, diz Tatiana Almendra, diretora da Móbile Integral, iniciativa que tem como base a experiência de sucesso de mais de 40 anos da instituição e que terá um corpo de professores dedicados exclusivamente ao novo projeto, dialogando com os mesmos princípios educacionais.

3. Favorece o desenvolvimento social 

As crianças aprendem, brincam e interagem entre elas. Estudos mostram que, quando os alunos resolvem desafios de forma colaborativa, o desenvolvimento social e emocional é mais estimulado, além da criatividade.

4. Oferece educação bilíngue

Além de não ter que se deslocar para outra instituição, o período integral permite inserir atividades durante as aulas de idiomas que as tornam mais eficientes. Em vez de aprender apenas gramática, por exemplo, o aluno pode usar o inglês em uma aula de ciências. A criança já cresce com um bom conhecimento de inglês ou espanhol para que, no futuro, possa estudar, se desejar,  em uma universidade fora do país. 

5. Supre a carência de lazer e cultura

Uma grade curricular estendida e planejada oferece atividades artísticas e culturais diversificadas. “Isso amplia a capacidade da criança de estabelecer relações que a farão entender melhor o mundo”, afirma Tatiana Almendra. 

6. Permite mais prática de esportes

Com um número maior de aulas de educação física, o aluno tem acesso a diversas modalidades de esportes, sempre respeitando seu desenvolvimento motor e a capacidade de atuar em grupo. 

7. Estimula a criatividade e o pensamento crítico

Uma carga horária maior permite a realização de projetos interdisciplinares mais complexos, que desafiam a criança a resolver situações-problema em lugar de decorar conceitos. Os alunos podem, por exemplo, aplicar conceitos de física na construção de “engenhocas”. Dessa forma, haverá maior desenvolvimento de sua capacidade criativa.

8. Oferece educação digital

A criança aprende a usar o computador não apenas como mais um instrumento de comunicação e de pesquisa. No currículo da Móbile Integral, por exemplo, os estudantes, por meio do uso de robôs e de jogos, aprendem a “falar” com o computador, aproximando-se gradualmente da linguagem de programação.

9. Oferece educação alimentar

A criança aprende a comer de forma saudável e conhece uma variedade maior de alimentos por ter acesso a uma alimentação planejada por uma equipe de especialistas. 

Educação integral chega à Escola Móbile

Após realizar uma série de estudos complexos que comprovam os benefícios das horas a mais em sala de aula, a Escola Móbile passará a oferecer a opção de período integral. A partir de 2017, a escola de Moema abrirá turmas de Infantil 4 e 5 e de 1º e 2º ano do Ensino Fundamental I. Até 2020, o projeto se estenderá até o 9º ano. Veja o que a Móbile Integral oferece:

• Formação bilíngue (inglês e espanhol) até o final do Ensino Fundamental II

• Educação digital que aproxima as crianças da linguagem de programação e da robótica

• Ampliação dos programas de educação física e de artes

• Aplicação de conceitos científicos na construção de “engenhocas” 

• Estímulo da capacidade criativa e do trabalho colaborativo

Saiba mais no site da Escola Móbile.

Fonte: Abril