Política

Condenado pelo mensalão, José Dirceu vai para prisão domiciliar

Ex-ministro da Casa Civil conseguiu o benefício com menos de um ano de cadeia

Por: Veja São Paulo

José Dirceu
José Dirceu: proibido de sair de casa das 21h às 5h (Foto: Divulgação)

A Justiça do Distrito Federal, autorizada pelo Supremo Tribunal Federal, liberou nesta terça (4) o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu para cumprir o restante da pena em regime domiciliar. Dirceu está preso há onze meses e tem mais sete anos de sentença para cumprir pelo escândalo do mensalão no primeiro governo Lula (2002-2005). 

Outros condenados do esquema, o ex-tesoureiro do PL Jacinto Lamas e o ex-deputado federal Bispo Rodrigues também já cumprem a pena em casa. Somente o ex-deputado federal Valdemar Costa Neto aguarda autorização para ter o mesmo benefício.

+ Justiça de São Paulo decreta prisão de Gil Rugai

Como regra, Dirceu terá de permanecer em casa das 21h às 5h todos os dias e também não pode sair nos domingos e feriados. Também é proibido o porte ou uso de entorpecentes ou bebida alcoolica, assim como falar ou manter contato com qualquer outro condenado do esquema. 

+ Dirceu vai casar após deixar prisão

O petista só teria direito de cumprir o restante da prisão em casa  em março de 2015, mas, como trabalhou e estudou durante sua reclusão, teve dias abatidos da pena. Ele pretende agora se casar com Simone Tristão Pereira, funcionária do Senado.

Fonte: VEJA SÃO PAULO