Roteiro

Concertos para curtir durante a semana

Sempre há ótimas opções para quem gosta de música erudita na cidade, conheça alguns deles

Por: - Atualizado em

lawrence_renes
Lawrence Renes: revelação da regência, o maestro holandês se apresenta com a pianista Maria João Pires e a Osesp (Foto: Divulgação)

Confira abaixo oito concertos que acontecem em São Paulo

  • Argentina radicada na Suíça, a violoncelista Sol Gabetta, de 30 anos, é uma estrela em ascensão no cenário internacional. Acaba de gravar um disco com a pianista francesa Hélène Grimaud, por exemplo. Depois de se apresentar por aqui em 2010, Sol está de volta para récitas com ingressos esgotados na segunda (01/10/2012) e no dia 9 de outubro. Ao lado do pianista Bertrand Chamayou, ela toca sonatas de Debussy, Shostakovich e Franck, além de O Grande Tango, de Astor Piazzolla.
    Saiba mais
  • Fundada em Munique, em 1997, a formação está em ascensão na Europa — em 2012 subiu pela primeira vez ao prestigioso palco da Musikverein, de Viena. Agora, se apresenta pela temporada do Mozarteum Brasileiro. Regida pelo maestro Enoch zu Guttenberg, a orquestra aposta em dois programas diferentes. Na terça (02/10), toca a abertura da ópera A Flauta Mágica, de Mozart, a Sinfonia Nº 104 em Ré Maior — Londres, de Haydn, e a Sinfonia Nº 9 em Dó Maior D. 944 — A Grande, de Schubert. Na quarta (03/10), repete a peça de Haydn e entrega ainda a Sinfonia Nº 5 em Si Maior, de Bruckner.
    Saiba mais
  • Solista convidada das três mais conceituadas orquestras do planeta — as filarmônicas de Berlim e Viena e a Royal Concertgebouw, de Amsterdã —, a portuguesa Maria João Pires divide o palco com a Osesp nesta semana. No ano passado, ela cancelou a apresentação com a orquestra por problemas de saúde. Nas récitas com ingressos esgotados, Maria João sola no Concerto para Piano e Orquestra Nº 17 em Sol Maior K. 453, de Mozart. Comandado pelo maestro holandês Lawrence Renes, o conjunto toca ainda a Sinfonia Nº 8 em Dó Menor, de Shostakovich. Estreada em 1943, a peça desagradou às autoridades soviéticas e acabou banida, sendo liberada somente em 1956. Dias 04, 05 e 06/10/2012.
    Saiba mais
  • Elogiado pelo mítico violoncelista russo Mstislav Rostropovich (1927-2007), o italiano Enrico Dindo já foi regido por maestros da importância de Riccardo Chailly e Valery Gergiev. Agora, ele divide o palco com a pianista e conterrânea Monica Cattarossi. No programa da dupla há Brahms, Paganini e Piazzolla. Dia 03/10/2012.
    Saiba mais
  • No recital, a soprano Adélia Issa e o violonista Edelton Gloeden se dedicam a canções relacionadas ao Natal, além de cantigas de ninar tradicionais. Entre os compositores abordados pela dupla estão Francisco Mignone, Ernst Mahle e Joaquín Rodrigo. Dia 17/12/2013.
    Saiba mais
  • Sob a batuta de Lee Mills, o conjunto se apresenta com o intuito de explorar a sonoridade dos instrumentos de cordas. Na ocasião, executa Grand Écart, ou Grande Estiramento, do compositor brasileiro Flo Menezes. Na sequência, a Orquestra de Câmara da Osesp toca a Sinfonia para Cordas Quinteto em Fá Maior, WAB 112, de Anton Bruckner, com orquestração de Meirion Bowen. Dia 29/12/2015.
    Saiba mais
  • Paraense radicada nos Estados Unidos, a pianista exibe sua técnica na apresentação. Chopin, Rachmaninov e Albéniz são os autores abordados por Gabriella. Dia 07/10/2012.
    Saiba mais
  • A pianista carioca tem, desde 2006, tocado ao lado de orquestras em cidades europeias como Budapeste, Praga e Estocolmo. No recital-solo de domingo (07/10), Patrícia interpreta Harmonies du Soir, de Liszt, Estrela Brilhante, de Ronaldo Miranda, Suíte Bergamasque, de Debussy, Alborada del Gracioso, de Ravel, e outros temas.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO