Esporte

Como fugir do trânsito da Fórmula Indy 300 no Parque Anhembi

Conheça as rotas alternativas no entorno da pista montada na Marginal Tietê para a corrida deste domingo (5)

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Fórmula Indy São Paulo 2010
Circuito Anhembi: carros da Fórmula Indy chegam a 300 km/h no circuito montado no Anhembi (Foto: Carsten Horst/Divulgação)

A interdição para a Fórmula Indy no Parque do Anhembi provocou lentidão na Marginal Tietê nesta sexta (3). Pela manhã, o congestionamento chegou a quase 25 quilômetros no sentido Castello Branco. A lentidão continua pela tarde, chegando a 12,4 quilômetros. A corrida está marcada para domingo (5) e os órgãos responsáveis pela regulamentação do trânsito na capital fazem uma operação especial de tráfego e transporte. A prova, que será realizada em circuito de rua, inclui o bloqueio de vias como a Avenida Olavo Fontoura e um trecho da pista local da Marginal Tietê. As vias no entorno serão regulamentadas com sinalização de proibição de estacionamento. Confira abaixo toda a operação:

Principais pontos de atuação:

  • Avenida Brás Leme com Rua Zanzibar;
  • Avenida Brás Leme, entre as ruas Doutor Mello Nogueira e Marambaia;
  • Rua Voluntários da Pátria com Rua Paineira do Campo;
  • Rua Voluntários da Pátria com Rua Marechal Odílyo Dennys;
  • Praça Campo de Bagatelle com Avenida Santos Dumont.

Bloqueios:

Como o circuito da corrida de Fórmula Indy é prioritariamente de rua, a CET irá bloquear o tráfego até as 20h de domingo (5), nas seguintes vias:

  • Avenida Olavo Fontoura sentido CV/ST entre a Rua Brazelisa Alves de Carvalho até a Praça Campo de Bagatelle;
  • Pista local da Marginal Tietê, sentido Castelo Branco, entre a Ponte das Bandeiras e a Ponte da Casa Verde;
  • Rua Professor Milton Rodrigues, em ambos os sentidos;
  • Rua Marechal Leitão de Carvalho, entre a Rua Massinet Sorcinelli e a Avenida Santos Dumont. Esta via terá alteração de circulação da mão de direção de único para duplo;
  • Rua Massinet Sorcinelli, entre a Marginal Tietê e a Rua Marechal Leitão de Carvalho.

Das 21h desta sexta (3) até as 20h de domingo (5):

  • Avenida Olavo Fontoura sentido ST/CV entre Praça Campo de Bagatelle até a Rua Brazelisa Alves de Carvalho.

Rotas alternativas:

A Ponte Governador Orestes Quércia é a melhor opção de desvio e caminho alternativo para evitar o entorno do sambódromo, a praça Campo de Bagatelle e a Marginal Tietê (pista local sentido Castello Branco). Ela é indicada principalmente para quem trafega no sentido aeroporto/ Santana pelo eixo Norte/ Sul e/ou possui como destino a Zona Norte ou as rodovias dos Bandeirantes, Anhanguera e Castello Branco.

Outras opções de desvio são:

  • Avenida Olavo Fontoura, a opção de desvio será a Avenida Braz Leme e/ou Marginal Tietê.
  • Avenida Assis Chateaubriand (Marginal Tietê pista local sentido Castello Branco), a opção de desvio será a pista central e expressa da Marginal Tietê.

Estacionamento:

Não serão criadas áreas de estacionamento para veículos particulares próximas à área do evento e não haverá vagas em vias públicas no entorno do circuito. A região apresenta estacionamentos particulares distantes até 1 quilômetro do Parque Anhembi.

Como chegar de ônibus:

As linhas regulares de ônibus que circulam pela Avenida Olavo Fontoura e região do parque Anhembi terão o itinerário alterado para realização da corrida.  Os novos trajetos podem ser consultados no site da www.sptrans.com.br ou pelo telefone 156.

Táxi:

Na chegada ao evento, o desembarque deverá ser realizado preferencialmente na Rua Brazelisa Alves de Carvalho, que apresenta o menor trajeto até os portões de acesso ao evento. Já na saída, os táxis serão distribuídos em dois pontos, um na Rua Anita Malfatti com a Avenida Olavo Fontoura e outro na Praça Campo de Bagatelle com a Avenida Olavo Fontoura. Quem preferir, pode pegar um táxi a partir da estação estação Portuguesa-Tietê do metrô até o Parque Anhembi. A corrida sai em torno de R$ 12,00.

Metrô e trem:

As estações Tietê e Barra Funda terão os horários de funcionamento mantidos nos dias de treino e corrida. Haverá também linhas de ônibus fazendo integração entre os terminais e o local da corrida.

Fonte: VEJA SÃO PAULO