FESTIVAL

Comida di Buteco 2014: bares participantes na Zona Sul

Conheça os estabelecimentos localizados na região Sul da cidade que participam do evento entre 11 de abril e 11 de maio

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Leporace - Comida Di Buteco 2014
Pastéis de angu e carne do Leporace (Foto: Divulgação)

Entre 11 de abril e 11 de maio, os cinquenta bares que participam da terceira edição do Comida di Buteco brigam pelo título de melhor petisco da cidade. A eleição é feita unindo o gosto do público, que avalia os tira-gostos depositando seu voto em uma urna no estabelecimento, e de um júri formado por especialistas.

+ 50 bares concorrem ao prêmio de melhor petisco no Comida di Buteco

Para o bar participar, é preciso criar uma receita inédita. Abaixo, confira uma lista com  os dez participantes da Zona Sul da cidade.

Academia da Gula: com sotaque português, o lugar serve o sanduíche francesinha (R$ 39,90), típico do Porto. Ele é composto de pão de forma recheado de filé-mignon, linguiças toscana e portuguesa curada, presunto e mussarela. O sanduba é banhado por um molho feito com caldo de carne, tomate e vinho.

As Mineiras: a casa da Vila Mariana dedica-se aos pratos de Minas Gerais. Escolhida para o concurso, a porção é composta de fatias finas de lagarto cobertas de molho de pimentão e cebola. Custa R$ 28,00.

Bar do Julio: aberto há mais de cinquenta anos, o botequim de Moema concorre com o filé do gaúcho (R$ 47,80). São tiras de filé-mignon empanadas na maionese. Acompanha molho madeira ou tártaro.

Bar do Magrão: é conhecido pela variedade de rótulos de cerveja e pelas quinquilharias no salão. A chamada joaquim e maria (R$ 19,00) é uma dupla de pastéis: de bacalhau e de berinjela com queijo.

Barbirô: aposta em petiscos de pegada caipira. Mas o tira-gosto escolhido tem pegada francesa: o pastelzinho de cassoulet (R$ 24,90, oito unidades), recheados com a tradicional mistura de carnes, embutidos e feijão-branco.

Di Primeira: com pinta de botequim arrumadinho, o bar da Saúde investe suas forças nas coxinhas do hexa (R$ 18,00). Feitas com frango, elas vêm nas cores amarela e verde.

Leporace: é um boteco chique avarandado cravado em uma área tranquila do Campo Belo. O pastel das meninas (R$ 23,00) tem massa de angu e recheio de carne, guarnecido de geleia de pimenta dedo-de-moça.

Oscar Grill: com jeitão de boteco chique, o local vai fazer a cupinha (R$ 22,00), porção de bolinhos de batata recheados com cupim desfiado.

Zé Gordo: o amplo bar do Itaim Bibi serve a porção mista (R$ 30,00), que traz coxinhas de frango com queijo mineiro e massa de batata-doce e os bolinhos de abóbora recheado com três queijos e pimenta-biquinho.

Zur Alten Müehle: tradicional taverna alemã, oferece um bom chope. Para o festival, aposta na costela suína assada na companhia de farofa de ovos (R$ 48,80). 

Fonte: VEJA SÃO PAULO