Gastronomia

VEJA “Comer & Beber” destaca os melhores de Campos do Jordão

Edição com lançamento neste sábado (18) traz as melhores delícias da montanha

Por: Marcela Besson - Atualizado em

Carré de Cordeio Araucária - Campos 2222
Carré de cordeiro do Araucária: com crosta de chouriço espanhol (Foto: Leo Feltram)

O inverno começa oficialmente nesta terça (21) e, com ele, aumenta o fluxo de paulistanos que vão curtir o frio em Campos do Jordão. Chega em boa hora, então, a sétima edição de VEJA “Comer & Beber” VALE E MONTANHA, lançada neste sábado, com uma seleção de 593 endereços, subdivididos em 23 cidades do Vale do Paraíba e da Serra da Mantiqueira. Dos bares, restaurantes e casas de comidinhas premiados na montanha, todos ficam em Campos.

Entre os vencedores estão alguns clássicos, como a choperia Baden Baden, em Capivari. Laureada nos últimos seis anos pela qualidade de seu chope, ela sagra-se agora como o melhor ponto para paquerar — graças à sua concorrida calçada — e a melhor cozinha de bar, de onde saem caprichados petiscos e pratos de sotaque alemão, criados pela chef Carolina Vitória. Da lista de aperitivos, vale a pena provar os croquetes de carne (R$ 31,80, com doze unidades), que aparecem ao lado de chutney de cebola e fazem boa parceria com a cerveja Baden Premiun Bock (R$ 18,80), de aroma tostado. 

Baden Campos 2222
(Foto: Leo Feltram)

No conjunto de restaurantes, brilha o Araucária, estrela do complexo gastronômico do Grande Hotel Senac, que volta a ocupar o primeiro lugar na categoria de variados. Sua equipe bem treinada faz, entre outras opções elaboradas, carré de cordeiro cozido lentamente a vácuo, servido com crosta de chouriço espanhol e ravióli de batata-doce e queijo brie (R$ 80,00).Ganham destaque ainda os 215 rótulos da premiada carta de vinhos, compartilhada com o Bar da Lareira — eleito o melhor para ir a dois — e as outras duas casas do hotel. Para aquecer (os termômetros muitas vezes atingem a marca de zero grau), há a infalível fondue.

+ Conheça os vencedores do especial "Comer & Beber" edição Vale e Montanha de VEJA

Uma vez em Campos do Jordão, é quase impossível não se render a ela. Segundo o júri da montanha, o melhor endereço para provar a receita de origem suíça é o Toribinha. Afastado do bochicho do centro, o restaurante do classudo Hotel Toriba é especializado nesse tipo de preparo. Das seis variedades oferecidas no cardápio, chama atenção a versão chinoise (R$ 119,00), que traz finas lâminas de filé-mignon e de frango cozidas em um rico caldo de legumes.

Fondue Campos 2222
(Foto: Leo Feltram)

Da seção de comidinhas, o Chocolate Montanhês confirma duplamente sua tradição com os troféus de melhor chocolate quente e melhor chocolate. Nas duas lojas da marca, uma das mais antigas da cidade, as vitrines expõem bombons feitos com matérias-primas belga e africana, em diferentes concentrações de cacau. Boa pedida para uma degustação sortida, a caixa com doze unidades custa R$ 40,25. Já o Baronesa Landscape faz sua estreia entre os vencedores na recém-criada eleição de melhor café. Lá, além do expresso (R$ 5,00), pode-se saborear o combinado de macchiato, broa de milho e geleia artesanal de frutas vermelhas (R$ 21,00). A visita ao local é por si só um passeio agradável para fazer a dois, com os amigos ou em família. Instalado em uma fazenda, o salão envidraçado fica a 1.790 metros de altitude e tem uma vista e tanto para a Pedra do Baú e parte dos 6 hectares das plantações de framboesa, amora e mirtilo que deram fama ao lugar.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO