ESPECIAL

COMER & BEBER 2015: drinques

Confira a seleção dos melhores endereços dessa categoria

Por: Saulo Yassuda [Colaborou Fábio Galib]

subastor - kentucky-tivo_carta de drinks_subastor_foto leo feltran_010
Drinque kentucky-tivo, do SubAstor (Foto: Leo Feltran)

A edição especial VEJA COMER & BEBER São Paulo reúne 200 bares. Abaixo, a seleção dos endedreços dedicados aos coquetéis.

  • Drinques

    Admiral’s Place

    Rua Minas Gerais, 350, Higienópolis

    Tel: (11) 3257 1575

    VejaSP
    Sem avaliação

    Esbanja charme por seu ambiente pouco iluminado e pelo som de clássicos de décadas passadas. Com um quê de secreto, fica nopiso superior do restaurante Sal Gastronomia .Embora pertença ao chef Henrique Fogaça, o jurado que faz cara de durão no programa televisivo MasterChef, o espaço apresentava resultados irregulares no balcão. Isso mudou no início do ano, quando o barman Victor Zucaroni, de 24 anos, passou a tomar conta das coqueteleiras da casa após ser treinado pelo talentoso Kennedy Nascimento, do Grupo Vegas. Ele expede pedidas como o boulevardier (R$ 28,00), de bourbon, Campari e vermute tinto, espécie de negroni feito com uísque. Vem com um cubo grande de gelo, que derrete bem lentamente. O cremoso atmosphere (cachaça, limão-siciliano, xarope de maple e gengibre; R$ 30,00). Além da lista de coquetéis, merece ser consultada a carta que lista um arsenal de quase uma centena de uísques. Para mastigar, boa opção é a terrine de campanha (R$ 39,00) acompanhada de pão de malte e bastante cebola caramelada.

    Preços checados em 16 de março de 2016.

    Saiba mais
  • Drinques

    Barê

    Alameda Lorena, 1892, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3564 2016

    VejaSP
    3 avaliações

    Boa parte do público, na faixa dos 30 e poucos anos, vai ao endereço em busca de agito. No salão da frente, fica o sofá com mesinhas bem próximas umas das outras. A parte de trás tem clima mais intimista e é adorada pelos casais. Depois de um curto período fora, o bartender Rafael Pizanti retornou ao endereço com status de sócio. Incluiu ótimos drinques, como o tranquilim (vodca, Cointreau, pitanga, limão e hortelã; R$ 30,00). Da cozinha comandada por Rodrigo Einsfeld, participante do programa Master Chef Profissionais, escolha o delicado ceviche com tucupi acompanhado de chips de batata-doce (R$ 34,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Drinques

    Brasserie des Arts

    Rua Padre João Manuel, 1231, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3061 3326

    VejaSP
    12 avaliações

    Filial de um endereço na Riviera Francesa, o lugar é frequentado por gente abonada acima dos 30 anos e cenário de badalados jantares. Quem está a fim de apenas petiscar pede tira-gostos como o arancino (R$ 29,00, quatro unidades) e se joga nos drinques do bartender Marcelo Serrano. Talentoso, o profissional se divide entre o Brasserie e o vizinho Recreo, nova empreitada dos mesmos donos. Equilibrado, o drinque bergamota (R$ 33,00) mescla vodca cítrica com tangerina e cenoura e traz espuma de pêssego bem docinha no topo.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Drinques

    Casa Café

    Rua Mourato Coelho, 25, Pinheiros

    Tel: (11) 2679 7956

    VejaSP
    3 avaliações

    Fundador do endereço, o mixologista Marco De la Roche se desligou do negócio em fevereiro. É possível notar sua saída nas prateleiras, que já não exibem a profusão de antes de garrafas garimpadas pelo mundo. Outro elemento que saiu de cena foi a estante com centenas de livros ligados ao universo dos destilados, propriedade do antigo dono. Já a carta de drinques permanece quase intocada, e os coquetéis de De la Roche são expedidos com qualidade pela equipe de barmen. Peça o mango mary (R$ 22,00), saborosa versão do bloody mary com suco de manga verde e vodca, temperado com limão, pimenta, molho inglês e for de sal. A caipirinha 1584 (R$ 22,00), inspirada na receita primitiva do drinque, traz sobre a mistura de cachaça, limão-taiti, mel e um dente de alho inteiro, assado com azeite de baunilha. Cabe ao cliente deixá-lo intacto, para apenas sentir o aroma, ou amassá-lo e integrá- lo ao líquido — não se preocupe, o resultado é suave. Na hora de petiscar, as almôndegas (R$ 29,00) vêm mergulhadas em molho de tomate e cobertas de mussarela.

    Preços checados em setembro/outubro de 2015. 

    Saiba mais
  • Drinques

    Frank

    Alameda Campinas, 150, Bela Vista

    Tel: (11) 3145 8000

    VejaSP
    2 avaliações

    Para chegar à excelência do que mata a sede — etílica — da clientela, o barman Spencer Amereno Jr. trabalha como se fosse um chef de cozinha. Seleciona os melhores produtos e pensa com carinho na apresentação das criações e releituras de clássicos. À sua disposição, ele tem a estrutura da cozinha do Hotel Maksoud Plaza, onde fica o bar. Uma bartender-cozinheira o assiste no preparo de infusões, sucos e tinturas enquanto outro auxiliar o ajuda a esculpir o gelo, peça fundamental na coquetelaria. O resultado é encontrado no copo em delícias como o the crusher (R$ 33,00, o preço de todos os drinques), que junta brandye rum envelhecidos, vermute tinto e pimenta-da-jamaica. E esse é só um dos muitos componentes do banquete que se tem por lá. Líquido, no caso.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

     

    Saiba mais
  • Drinques

    Isola

    Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 2041, Vila Nova Conceição

    Tel: (11) 3168 1333

    VejaSP
    1 avaliação

    É visível que os sócios do restaurante Tre, no Shopping JK Iguatemi, vêm tentando bombar o Isola, montado dentro do estabelecimento. Afinal, o barman Spencer Amereno Jr., antiga estrelado balcão e premiado duas vezes por VEJA COMER & BEBER, desligou-se da casa em março de 2015 e levou parte da clientela para o Frank Bar, na Bela Vista. Nas noites mais tranquilas, por exemplo, é necessário atravessar todo o salão do bar para jantar no restaurante italiano (as entradas das duas casas, normalmente, são independentes). Os preços também diminuíram um pouco. Para baratear os custos, o lugar deu um passo atrás ao deixar de investir em insumos artesanais e nas belas apresentações — o que fez sua avaliação diminuir de quatro para três estrelas. Isso não significa que não se encontram pedidas atraentes na carta, executada pela equipe de barmen. Vai bem a releitura do caju amigo apelidada de sottomarino giallo inglese (gim, compota da fruta, limão e soda de caju; R$ 32,00). Outra atração se chama anubis e leva cachaça, jabuticaba, limão e xarope de açúcar mascavo (R$ 28,00).

    Preços checados em 10 de fevereiro de 2016.

    Saiba mais
  • Drinques

    NOH

    Rua Bela Cintra, 1709, Jardim Paulista

    Tel: (11) 2609 3673

    VejaSP
    7 avaliações

    Drinque ostentação, o space old fashioned (R$ 48,00) consiste em uma versão da clássica receita acrescida de água gasosa, que chega sobre um suporte com gelo seco. Servido somente às quintas, traz fatias de laranja que passam por um processo a vácuo no qual a bebida é injetada nelas. Complexo, não? Há sugestões mais simples, caso do dry elison (R$ 33,00), de gim, pepino, hortelã, limão e Martini Dry. Além de beber, o público animadinho aproveita para petiscar porções como a de boteco (R$ 41,50), que reúne dadinho de tapioca, pastéis e cestinhas de parmesão com carne-seca.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Sala da Sogra

    Rua Luís Góis, 1150, Mirandópolis

    Tel: (11) 2389 5519 ou (11) 2389 5520

    VejaSP
    8 avaliações

    Não parece um nome dos mais apropriados, mas há uma boa explicação: é que o bar ocupa o que antes era a casa da sogra de um dos sócios, Marlon Sakamoto.Todo escurinho e de decoração simples, o local tem como maior predicado os drinques preparados por Gilliard Carneiro, o Gil. O jack lemon and tonic, por exemplo, equilibra uísque Jack Daniel’s, mel, limão-siciliano e tônica. Custa R$ 22,00, o mesmo preço do gim-tônica, que pode vir acrescido de uma fatia de carambola, e do pear lemongrass, de vodca, capim-santo, limões taiti e siciliano mais xarope de maple e suco de pera. Para não ficar só nos goles, a cozinha expede bobaginhas gostosas como canapé de carpaccio (R$ 32,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Drinques

    SubAstor

    Rua Delfina, 163, Pinheiros

    Tel: (11) 3815 1364

    VejaSP
    11 avaliações

    Não é raro chegar ao bar, instalado no subsolo do Astor, e encontrar o salão apinhado. Culpa do bartender italiano Fabio la Pietra, que se desligou da casa em setembro, mas deixou uma ótima seleção etílica como legado. O interino e ex-braço-direito, Rogério Frajola, na casa desde a abertura, executa junto da equipe pedidas como o dark & stormy (R$ 31,00), feito de rum, melado de cana e limão-taiti e finalizado com um marcante refrigerante de gengibre.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO