Veja São Paulo 25 anos

'Comer & Beber' escolhe os melhores restaurantes, vinhos, bares e comidinhas da cidade

Pela segunda vez, uma mulher levou o título de melhor chef do ano: Paolla Carosella

Por: Redação - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Maior e mais importante comemoração da boa mesa paulistana, a festa de lançamento da edição especial ‘Comer & Beber’ de Veja São Paulo reuniu mais de 1 400 convidados no HSBC Brasil no último dia 16. Durante o evento, apresentado pela atriz Fernanda Torres no palco decorado com 8 000 maçãs (depois doadas a instituições de caridade), foram conhecidos os quarenta campeões de restaurantes, vinhos, bares e comidinhas.

As histórias vitoriosas de cada um deles estão reproduzidas nas 540 páginas da revista, que apresenta 1 242 endereços e neste ano tem como diferencial uma capa texturizada. Pela segunda vez, uma mulher levou o título de chef do ano. A escolhida foi Paola Carosella, sócia do Arturito, em Pinheiros, eleito o melhor restaurante variado. “Esse prêmio vai mudar minha vida”, disse Paola, emocionada ao descer do palco.

Também foram reconhecidos os primeiros passos profissionais de William Ribeiro. O titular dos fogões e sócio de O Pote do Rei, no Jardim Paulistano, ficou com a láurea de chef revelação. “Tratase de um incentivo incrível e a certeza de que estamos no caminho certo”, festejou William. “No fim de semana da publicação da revista, tivemos um aumento de 50% no número de clientes”.

Comer & Beber 2184
Paola: "O prêmio vai mudar minha vida" (Foto: Marcio Irala)

Sete meses depois de inaugurar sua terceira casa, o 210 Diner, em Higienópolis, o chef Benny Novak sagrou-se o restaurateur do ano. Com apetite para negócios, Novak já era sócio de outros endereços conhecidos, o Ici Bistrô, também em Higienópolis, e do Tappo Trattoria, nos Jardins. “Sinto-me honrado com a eleição em um mercado extremamente concorrido como o de São Paulo e numa categoria tão importante”, vibrou o cozinheiro-empresário. “Divido o prêmio com meu sócio Renato Ades e nossos funcionários.”

Na categoria Vinhos, um corpo de dez especialistas elegeu pela primeira vez o sommelier do ano. O vencedor foi Tiago Locatelli, da churrascaria Varanda, agraciada como a melhor carne e a melhor carta de vinhos na relação qualidade-preço.

Comer & Beber 2184
Personalidade gastronômica: junto dos filhos, Felicidade Bastos recebe o título de Jairo Mendes Leal, presidente executivo da Editora Abril (de terno) (Foto: Marcio Irala)

Em Comidinhas, apontou-se uma tendência na cidade ao se premiar o melhor frozen yogurt. Neste caso, a faixa coube à rede sul-coreana Yogurberry. Depois de nove anos de invencibilidade na categoria chocolate, a Chocolat du Jour perdeu o título para a estreante Valrhona Cho colat et Lounge, no Jardim Paulista. “Antes de abrirmos no domingo, já havia fila na porta. Quase não demos conta de atender todos que queriam provar os bombons”, conta o proprietário Fábio Bonchristiano.

Dos vencedores de bares no ano passado, apenas o Melograno, na Vila Madalena, conseguiu conquistar o bicampeonato com a carta de cervejas. Entre os estreantes no pódio, estão o BottaGallo, dono da melhor cozinha, e o MyNY, destacado como bar revelação, ambos no Itaim. Criado por Veja São Paulo para homenagear a contribuição de profissionais para a boa mesa paulistana, o prêmio Personalidade Gastronômica foi para as mãos de Felicidade Bastos, do Dona Felicidade, na Vila Romana. “É uma emoção sem tamanho. Tive de ir ao bar no fim de semana porque as pessoas apareciam para me conhecer”, diz a proprietária, de 84 anos, à frente da casa desde a inauguração.

+Veja os vencedores do Comer & Beber 2010-2011

Fonte: VEJA SÃO PAULO