Cidades

Paulistanos comemoram Dia do Vampiro na Avenida Paulista

Com fantasias, máscaras e maquiagem, grupo se reuniu no vão livre do Masp neste sábado (15); participantes realizam campanha de doação de sangue

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Quem passou pela Avenida Paulista na tarde deste sábado (15) encontrou uma curiosa concentração de pessoas próximas ao vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). Vestidas de preto, elas se reuniram para comemorar o Dia do Vampiro.

+ Proteja seu pescoço: dez filmes de vampiros imperdíveis

Mas se engana quem acha que a celebração tem alguma relação com a saga Crepúsculo. O evento foi criado em 2002 pela cineasta Liz Marins, também conhecida como "Liz Vamp", filha de José Mojica, o "Zé do Caixão". Além de reunir os fãs das criaturas das trevas, a iniciativa tem uma grande programação, com performances artísticas, sorteios de livros e outros objetos. 

Após o encontro, os participantes vão caminhar até o Hospital das Clínicas, onde irão doar sague para o centro de saúde. Liz Vamp explica que o ato é realizado com os participantes vestidos como "monstros" para protestar contra a "intolerância, preconceito e discriminação".

Fonte: VEJA SÃO PAULO