Especiais

Dez ótimas atrações para morrer de rir

Está aberta a temporada de gargalhadas na cidade de São Paulo

Por: Dirceu Alves Jr. e Giovana Romani - Atualizado em

Risadaria_2156
O apresentador Paulo Bonfá e o palhaço-ator Wellington Nogueira, dos Doutores da Alegria: 4 milhões de reais em evento dedicado ao humor (Foto: Ligia Skowronski)

Um evento totalmente voltado para o humor toma conta do Pavilhão da Bienal. Nos teatros da cidade, mais da metade dos cerca de 100 espetáculos em cartaz são comédias. E ainda dá para se divertir no cinema e na frente do computador. A seguir, confira dez ótimas atrações para morrer de rir.

  • 1. Risadaria: a Disneylândia do humor

    Atualizado em: 28.Jan.2011

    O evento que acontece no Parque do Ibirapuera dura dois dias
    Saiba mais
  • O ator é a mãe da bailarina gorducha Tracy Turnblad
    Saiba mais
  • A comédia é parada obrigatória para quem chega a São Paulo
    Saiba mais
  • Divirta-se com 'Comédia ao vivo', 'Danilo Gentili — Volume 1' e Tamo Junto!
    Saiba mais
  • No filme, Meryl Streep vive as aventuras da personagem Jane
    Saiba mais
  • A nona temporada estreia com mudanças a partir de terça (16)
    Saiba mais
  • Na peça 'Gorda', a atriz arranca gargalhadas do público
    Saiba mais
  • Às sextas a atriz brilha em 'Adorei o que Você Fez' e 'Toc Toc'; aos sábados é a vez de 'TPM Katrina'
    Saiba mais
  • As produções independentes fazem sucesso na internet
    Saiba mais
  • Em cidades menores os artistas se tornam amigos dos espectadores
    Saiba mais
  • Adaptação de Miguel Falabella para filme de John Waters. Lançado na Broadway há oito anos, o espetáculo nasceu do longa-metragem de 1988, refilmado com John Travolta em 2007. O interessante ponto de partida é a história de Tracy Turnblad (a ótima Simone Gutierrez), bailarina gordinha que, nos anos 60, sonha participar de um programa de TV. Para superar os preconceitos, ela conta com a ajuda da mãe, a não menos fofa Edna (papel de Edson Celulari). Um ótimo programa para quem procura diversão, que também não desaponta aqueles que buscam uma trama mais consistente. No palco ainda figuram doze músicos, sob direção de Felipe Senna, e 31 atores, entre eles Arlete Salles e Danielle Winits. Estreou em 26/02/2010. Até 13/06/2010.
    Saiba mais
  • Resenha por Dirceu Alves Jr.: Em 2010, 23.000 pessoas passaram pelo Pavilhão da Bienal, no Ibirapuera, para conferir as apresentações dos cinquenta humoristas de um desconhecido evento chamado Risadaria. O festival chega à segunda edição consagrado para confirmar que rir é realmente o melhor negócio: agora são mais de 100 atrações e um dia a mais de programação. De quinta (24/03) a domingo (27/03), nomes do atual humor nacional, como Rafinha Bastos, Marco Luque e os integrantes da Cia. Barbixas Daniel Nascimento, Elídio Sanna e Anderson Bizzocchi, dividem as atenções com figuras internacionais. Dos Estados Unidos, por exemplo, estão prometidos o clown Avner, The Eccentric e o comediante Michael Winslow. A agenda inclui ainda a final do Campeonato Brasileiro de Stand-up Comedy e uma exposição em homenagem à carreira e aos personagens cômicos de Jô Soares. Confira a programação em www.risadaria.com.br
    Saiba mais
  • Sucesso há 30 anos, a comédia de Marcos Caruso é baseada na suspeita de adultérios múltiplos. Uma empregada (papel de Anastácia Custódio) envolve seus patrões e dois casais em confusões. Com Ivan de Almeida, Carla Pagani, Tânia Casttello, Miguel Bretas e outros. Estreou em 24/8/1989. Até 11/12/2016.
    Saiba mais
  • Os atores Fabio Rabin, Luiz França e Murilo Gun sobem ao palco para apresentar textos de própria autoria. Temas da atualidade são satirizados pelos atores e também por convidados que se alternam a cada semana. A partir de 26/04/2013, Murilo Gun, Diogo Portugal e Mauricio Meirelles integram o elenco fixo da atração. Estreou em 03/10/2008. Em cartaz por tempo indeterminado.
    Saiba mais
  • De Danilo Gentili. Sucesso no programa televisivo CQC, o ator estrela um espetáculo no formato stand-up comedy.
    Saiba mais
  • Integrante do CQC, da Band, o ator Marco Luque conta histórias pessoais e revela ao público sua visão sobre fatos do cotidiano e do noticiário. Estreou em 17/6/2009. Dia 27/5/2015.
    Saiba mais
  • Não espere uma comédia romântica muito sofisticada, já que se trata de um trabalho da diretora de Alguém Tem que Ceder (2003) e Do que as Mulheres Gostam (2000). Assim como nas fitas anteriores da cineasta, o refinamento está nas aparências — lá no fundo, há comportamentos vulgares e piadas grosseiras. O elenco, liderado pela sempre eficiente Meryl Streep, dá alguma dignidade a uma história pouco crível. Feito de encomenda para 1) mulheres 2) aquelas que passaram dos 50 anos 3) sobretudo divorciadas, o filme mostra a confusão amorosa da quase sessentona Jane (Meryl). Essa dona de uma padaria de luxo em Santa Barbara, Califórnia, está há dez anos separada de Jake (Alec Baldwin), que a trocou por outra bem mais jovem. Mas, nas comemorações da formatura do filho caçula, Jane volta a cair literalmente nos braços do ex-marido, tornando-se sua amante das horas vagas. Incomodada com a situação, mas impossibilitada de resistir aos desejos, ela ainda recebe olhares atentos do arquiteto grisalho Adam, papel de Steve Martin. Eficiente no seriado The Office, John Krasinski tem participação tímida e dispensável como o futuro genro da personagem de Meryl. Estreou em 26/2/2010.
    Saiba mais
  • Em outubro de 2001, a atriz e diretora Grace Gianoukas idealizou um projeto humorístico composto de solos de diversos comediantes. Em poucas semanas, a Terça Insana gerou um entusiasmado boca a boca — e, desde lá, foram mais de 2 200 apresentações em palcos paulistanos e do restante do país, 400 espetáculos diferentes, dois registros em DVD e 500 personagens. Disposta a investir em novos formatos, a encenadora decretou o fim da Terça Insana e preparou uma turnê de despedida, Adiós, Amigos, que ocupa o Teatro Bradesco de sexta (19/12) a domingo (21/12/2014). Dez atores que já passaram pelo projeto, como Luis Miranda, Marco Luque, Arthur Kohl e Roberto Camargo, foram convidados para participações. Tipos memoráveis para os fãs da montagem marcarão presença no roteiro, entre eles a mal-humorada Mulher-Limão e a diva viciada em Lexotan Aline Dorel, duas impagáveis criações de Grace.   Leia entrevista com Grace Gianoukas sobre o fim da "Terça Insana".
    Saiba mais
  • Peças / Comédia

    Gorda
    VejaSP
    Sem avaliação
    De Neil LaBute. Conhecido pelas abordagens densas, o dramaturgo americano trata aqui de um tema aparentemente mais ameno. Pura ilusão. A trama explicita os preconceitos que podem permear uma história de amor. O ator Michel Bercovitch vive um executivo apaixonado por uma mulher despreocupada com a balança. Interpretada por Fabiana Karla, a personagem passa a ser alvo de chacota dos colegas do namorado. Estreou em 12/03/2010. Até 10/07/2010.
    Saiba mais
  • Peças / Comédia

    Adorei o que Você Fez
    VejaSP
    Sem avaliação
    De Carole Greep. Encenador de mão-cheia para a comédia, Alexandre Reinecke soma mais um ponto à sua trajetória. A trama mostra dois casais de amigos que seguiram caminhos opostos. Endinheirados, Pedro (Tato Gabus Mendes) e Marie (Flávia Garrafa) só valorizam as aparências. O convite para um fim de semana no sítio dos despreocupados Carlos (Paulo Ivo) e Carol (Fabiana Gugli) se transforma num programa de índio. Reinecke explora as tiradas do texto e suas sutilezas, como a mensagem que valoriza a amizade sem pieguice. Estreou em 31/07/2009. Até 06/06/2010.
    Saiba mais
  • Sucesso desde 2008 com diferentes elencos, a comédia traz personagens portadores de TOC, o transtorno obsessivo-compulsivo, na antessala de um consultório. Como o médico nunca aparece, a solução é iniciar uma terapia grupal. Com Dulcineia Dibo, Dídio Perini, João Bourbonnais, Luciana Caruso e outros. Estreou em 10/5/2008. Até 29/3/2015.
    Saiba mais
  • Resenha por Dirceu Alves Jr.: De Paulo Coronato. Lançada em 2009, a comédia fez sucesso com a atriz Flávia Garrafa dirigida por Alexandre Reinecke. Agora, capitaneada pelo próprio autor, surge uma nova montagem protagonizada por Julia Carrera. A peça mostra a visão masculina diante “daqueles dias” em que as mulheres têm o metabolismo e, sobretudo, o humor alterados. Ao saber que uma amiga foi traída, a protagonista destrói o sossego do marido (papel de Coronato) e elabora teses mirabolantes sobre uma possível infidelidade. Estreou em 06/04/2012. Até 27/05/2012.
    Saiba mais
  • (Por Dirceu Alves Jr. e Giovana Romani) Já ouviu falar em circo-teatro? Gênero comum no início do século passado, era apresentado por famílias circenses país afora. Uma companhia curitibana, o Circo Teatro Irmãos Garcia, sobreviveu até 1978 sob a tutela de Juve Garcia, o palhaço Tubinho. Renasceu em 2001, com o nome Circo de Teatro Tubinho. Após grande sucesso no sul do Brasil e no interior paulista, monta sua lona pela primeira vez na capital. “Em cidades menores, acabamos ficando amigos dos espectadores, que vão repetidas vezes aos nossos espetáculos”, diz Pereira França Neto, o atual Tubinho, sobrinho-neto de Juve Garcia. Nada de picadeiro, malabaristas e mágicos. A equipe de 35 artistas — na maioria parentes — tem na ponta da língua 96 peças, mas abusa do improviso. Nas comédias, o palhaço Tubinho é o personagem central. Aviso aos pais: alguns textos são repletos de piadas de duplo sentido. Se quiser levar as crianças, fique atento à classificação etária dos espetáculos.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO