Crianças

Com visual bacana, "Por um Fio" mostra que todo mundo pode exagerar

Levado à cena pela Cia. Contos em Cantos, espetáculo reestreia no Teatro João Caetano no sábado (1º)

Por: Tatiane Rosset

Por um Fio - crianças - 2285
Camila, Priscila, Juliana e Bebel: uma história dentro da outra (Foto: Divulgação)

Situações como passar por um grande stress ou cometer erros podem ocorrer com qualquer um. O espetáculo Por um Fio, escrito e levado à cena pela Cia. Contos em Cantos, centra-se nesses dois temas para narrar a história de uma dona de casa, vivida por Camila Cassis. Num dia de muito calor, a patroa pede a seus empregados que busquem água no poço para matar a sede. Quando todos falham na missão, ela vai raivosa para a cidade com o objetivo de encontrar novos funcionários, mais dedicados e comprometidos. Ao avaliar cuidadosamente as características dos candidatos, porém, ela percebe certo exagero em sua reação.

+ "A Menina e o Vento" traz uma história lúdica e repleta de delicadeza

+ “O Menino que Mordeu Picasso” e outras peças infantis encerram temporada

Usando a história principal como ponto de partida, o texto envereda por outros contos. Sobressai o da Galinha Vidente (papel da cômica Juliana Offenbecker). Ela tem o poder de atender pedidos com a sua incrível capacidade de ler a mente alheia. Mais um bom momento é o do rapaz que tem pavor da morte. Interpretado por Bebel Ribeiro, o sujeito provoca risos na plateia ao revelar a sua paranoia.

O cenário simples funciona. Formado por caixas plásticas amarelas e objetos como vasos, vassouras e panelas, ele se modifica ao ser montado e desmontado no palco. Junto dessa movimentação, o entra e sai constante de personagens transforma a peça numa espécie de coreografia muito bem ensaiada. Priscila Harder completa o elenco.

Avaliação ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO